Monday, January 06, 2020

Ano Novo = Ano Bissexto.

Monday, January 06, 2020 0
Image by Getty Images - Net

E então "another year is over, a new one just begun..."  Vamos encarar, com certeza.

Eu não sou chegada em ano bissexto, não mesmo. Tenho motivos para tal cisma.

Lógico que coisas boas e coisas ruins acontecem a qualquer tempo, em qualquer ano, mas os bissextos me marcaram mais fortemente. Vejamos:

  • Meu marido nasceu num ano bissexto.
  • Nós nos casamos num ano bissexto. 
  • Meu pai morreu num ano bissexto.
  • Minha mãe também, 4 anos depois, ano bissexto.
  • Faremos 40 anos de casados num ano bissexto.
Ano Bissexto funciona, desde que você acredite em sorte, alegria e amor !

Deixo aqui um pequeno calendário dos Anos Bissextos para verificarem suas datas.

1928  1932  1936  1940  1944  1948  1952  1956  1960  1964  1968  1972 


1976  1980  1984  1988  1992  1996  2000  2004  2008  2012  2016  2020  2024  



Não me levem a sério, isso é coisa minha. rs rs

PS: Já começou a acontecer... Ano Bissexto chegou. ( 01/01/2020)  Eu falei...

Feliz Ano Novo Bissexto !

beijos,

Tina

Monday, December 30, 2019

Feliz 2020 !

Monday, December 30, 2019 0
Imagem da Net

E então o Natal passou ! Eu passei mais um Natal. Família, alegria e muita comilança.

Não passei Natal com minhas filhas e nem com netos... mas sei que estão bem, cada uma em um lugar do mundo, com minha continuação de vida.

Passei Natal com meu irmão, cunhada, sobrinha e familiares. Natal dos sonhos? Não. Mas foi uma noite bem gostosa. Família é tudo, certo?

Não vi minhas netas que moram a 20 kms de minha casa, mas vi meu netos que moram a 10.000kms de mim. Vida que segue. 

A gente faz o que pode, e aceita o que mandam para a gente. Maktub

Espero que tenham tido um lindo Natal e desejo que o Ano Novo seja repleto de alegrias, saúde e realizações. A gente sempre espera. E acredita.

Feliz 2020 !

beijos,

Tina

Monday, December 23, 2019

Então é Natal...

Monday, December 23, 2019 0
Foto da Net
E então é Natal e logo ali na frente Ano Novo também.  Promessas mil, novo recomeço, será?

Só saberemos se chegarmos até lá.  Eu estava pensando hoje, em comprar um ingresso para um show que adoraria assistir - em Outubro/2020 ? Vou comprar e, se eu não mais estiver por aqui, alguém vai no meu lugar. Como é que pode pedir para uma pessoa comprar um ingresso com 10 meses de antecedência? Esse povo não conta com a "mão da mãe natureza "? rs rs rs 

Tudo bem, não é um show para jovens, mais um motivo para vender mais perto da data, certo ? Em todo caso, comprei. Presente de Natal para mim.

Natal é família, amigos, saudade com qualidade. Celebração, reunião. União. Espero, desde sempre.

Eu desejo que tenham todos um Feliz Natal.

beijos,

Tina

Monday, December 16, 2019

Dr. Jivago - Boris Pasternak

Monday, December 16, 2019 0
Imagem da Net
"Boris Pasternak recusa prêmio Nobel de Literatura.

Em 29 de outubro de 1958, o autor russo Boris Pasternak recusou o Prêmio Nobel de Literatura daquele ano. No dia 23 do mesmo mês, ele havia sido anunciado pela Academia Sueca como o vencedor da premiação. A recusa aconteceu devido à pressão do governo soviético, que se opunha ao escritor.

Após saber da premiação, Pasternak enviou no dia 25 de outubro um telegrama à Academia Sueca se dizendo "infinitamente grato, emocionado, orgulhoso, surpreso, maravilhado". Nesse mesmo dia, o Instituto Literário de Moscou exigiu que todos os seus alunos assinassem uma petição denunciando Pasternak e seu romance "Doutor Jivago", considerado antissoviético. Além disso, Pasternak foi informado de que, se viajasse para Estocolmo para receber seu Nobel, ele seria impedido de entrar novamente na União Soviética.

Depois das ameaças, Pasternak enviou um segundo telegrama ao Comitê do Nobel: "Em vista do significado dado à premiação pela sociedade em que vivo, devo renunciar a essa distinção imerecida que me foi conferida. Por favor, não entendam mal a minha renúncia voluntária". O fato deixou o autor emocionalmente abalado. "Não pude reconhecer meu pai quando o vi naquela noite. O rosto pálido e sem vida, olhos cansados e doloridos e falando apenas da mesma coisa: 'Agora nada mais importa, recusei o prêmio'", disse seu filho, Yevgenii Pasternak.

Apesar de sua decisão de recusar o prêmio, o Sindicato dos Escritores Soviéticos continuou a demonizar Pasternak na imprensa estatal. Além disso, ele foi ameaçado de ser mandado ao exílio no Ocidente.

Em resposta, o autor escreveu diretamente ao líder soviético Nikita Khrushchev para que ele não tomasse essa medida extrema. Em 31 de outubro de 1958, o sindicato anunciou a expulsão de Pasternak da entidade. Seus membros também assinaram uma petição exigindo que Pasternak fosse despojado de sua cidadania soviética e exilado para "seu paraíso capitalista". O autor morreu dois anos depois. 

Em dezembro de 1989, Yevgenii Pasternak foi autorizado a viajar para Estocolmo para receber o Prêmio Nobel de seu pai. Na cerimônia, o aclamado violoncelista e dissidente soviético Mstislav Rostropovich executou uma obra de Bach em homenagem ao seu falecido compatriota."

Meu autor predileto dos tempos de minha juventude. Não consigo imaginar o que ele passou depois de "recusar" o Premio Nobel de Literatura.  Triste sina vivida por intelectuais e/ou escritores da velha União Soviética.  "Doutor Jivago" é uma obra prima e depois foi brilhantemente filmada. Não consigo assistir sem chorar... Omar Sharif & Julie Christie foram brilhantes. Um livro e um filme para não esquecer, com certeza.

Momento saudade...

boa semana,

Tina

 
luzdeluma st © Code is Pocket