Tuesday, December 30, 2008

2009 !

Tuesday, December 30, 2008 24
Segundo a numerologia, o ano de 2009 é o ano 11, o ano da consciência!

"Os números Mestres são vibrações mais elevadas. O 11 é um Número Mestre que representa a intuição, o idealismo, a busca de um plano espiritual elevado, desenvolvimento da percepção extra-sensorial, ouvir e seguir a voz interior, agir com altruísmo, inspiração, senso de comunidade, paz, justiça e amor universal. É a busca da autoconsciência, do Eu Sou e da Consciência do Outro. Capacidade de recomeçar, de criar novas situações, uma nova vida. Transmutar, transformar, levar Luz às próprias sombras e às sombras do outro e do mundo. Enxergar além das aparências. Ser capaz de construir relacionamentos profundos, sem perder a própria identidade. Compartilhar, transformando através da Consciência!

A missão deste número é a pessoa experimentar sua totalidade, tomar consciência das suas experiências terrenas, ser capaz de estar acima das dores e dos conflitos do ego, acima dos fracassos e sucessos, caminhar seguindo a verdade do seu coração, conexão com a sabedoria divina. Ser um farol de consciência para si e para os outros. Conquistar o que 2009 solicita e impulsiona, não é fácil...

É uma tarefa árdua, longa, cansativa, exige paciência e superação dos conflitos. O nº 11 é o resultado de dois nº 1, que funciona como um espelho, um reflete a sombra do outro, exteriorizando o ego inferior em nossas ações e na forma que vemos e lidamos com o outro, portanto, neste ano de 2009, teremos que refletir, vivenciar, enfrentar e superar a nossa própria sombra refletida neste espelho.

Poderemos cair numa visão irreal, fantasiosa, tensão nervosa, alienação, carência, desonestidade, manipulações, orgulho, injustiças, abusos de poder, seduções, relações complicadas, obscuras, vícios, falsidades, ilusões, emoções, mau uso do conhecimento, dificuldade em manter autonomia nos relacionamentos, perda do foco e das metas mais elevadas.

Atraíremos situações, vivências, relacionamentos que refletirão nossos medos, culpas, padrões negativos de pensamentos e comportamentos, preconceitos, crenças e valores, para que através deste espelho, possamos tomar consciência e através de alquimias, da percepção da nossa força interior, do controle sobre nossos impulsos e emoções, da capacidade de ações com consciência, resgatar o nosso poder pessoal, atingindo assim a maestria 11 que é a busca deste ano, ou simplesmente permanecermos na inconsciência. É uma escolha. É o uso do livre-arbítrio. "
(texto de Ingrid Engel)



Então vamos lá viver 2009 e nos conscientizar, procurar realizar da melhor maneira possível, afinal o ano e o número prometem, não ?

Feliz 2009 a todos nós!

ET: Eu adoraria visitar todos e desejar Feliz Ano Novo a cada um, mas ainda não dá... e a razão (meu lindinho !) vocês já conhecem, não? (rs)

beijos,

Tina

Monday, December 22, 2008

Merry Christmas!

Monday, December 22, 2008 24
Desejo a vocês um Natal colorido, alegre, risonho, feliz como todos os dias deveriam ser.


Um Natal com muita música (a de "coral escolar" é linda!);

Um Natal "branco", suave e leve, com muita paz;

Meu "motivo" de Natal !


Desejo um Natal cheio de fé e de amor, um Natal que todo mundo em harmonia deve(ria) ter...


beijos a todos e Feliz Natal!

com carinho,

Tina

Friday, December 19, 2008

Nova Estação!

Friday, December 19, 2008 11
Há 30 anos não fazia tanto frio na Europa como esse ano - e todos nós sabemos o porquê. A gente mexe com o planeta e ele devolve, certo?

Este fim de semana teremos o Solstício de Inverno / Verão - data marcante, mágica até em certas culturas - que corresponde ao dia mais curto no Hemisfério Norte e consequentemente à noite mais longa do ano. E o oposto ocorre no Hemisfério Sul - começa o Verão. (aff!!!)

Inverno ou Verão? Eu fico com o primeiro, fico com a nova estação cheia de "calor humano" e de muita emoção. Frio? Nem ligo, curto apenas.(quantas vezes já disse aqui que nasci no Hemisfério errado? A.D.O.R.O o frio, de verdade). Já o calor... juro que não mereço, não mesmo.

Então vou encarar a nova estação: da vida, do tempo, do sentido, do querido, do perdido... é da vida - seja verão ou inverno, seja qual for a estação: é da vida...


PS: Prometo colocar as visitas em dia em breve. Obrigada pela presença.



beijos e bom fim de semana a todos.


Tina

Tuesday, December 16, 2008

Voltando...

Tuesday, December 16, 2008 11
Ato Institucional Permanente


Artigo I.

Fica decretado que agora vale a verdade.
que agora vale a vida,
e que de mãos dadas,
trabalharemos todos pela vida verdadeira.

Artigo II.

Fica decretado que todos os dias da semana,
inclusive as terças-feiras mais cinzentas,
têm direito a converter-se em manhãs de domingo.

Artigo III.

Fica decretado que, a partir deste instante,
haverá girassóis em todas as janelas,
que os girassóis terão direito
a abrir-se dentro da sombra;
e que as janelas devem permanecer, o dia inteiro,
abertas para o verde onde cresce a esperança.

Artigo IV.

Fica decretado que o homem
não precisará nunca mais
duvidar do homem.
Que o homem confiará no homem
como a palmeira confia no vento,
como o vento confia no ar,
como o ar confia no campo azul do céu.

Parágrafo Único:

O homem confiará no homem
como um menino confia em outro menino.

Artigo V.

Fica decretado que os homens
estão livres do jugo da mentira.
Nunca mais será preciso usar
a couraça do silêncio
nem a armadura de palavras.
O homem se sentará à mesa
com seu olhar limpo
porque a verdade passará a ser servida
antes da sobremesa.

Artigo VI.

Fica estabelecida, durante dez séculos,
a prática sonhada pelo profeta Isaías,
e o lobo e o cordeiro pastarão juntos
e a comida de ambos terá o mesmo
gosto de aurora.

Artigo VII.

Por decreto irrevogável fica estabelecido
o reinado permanente da justiça e da claridade,
e a alegria será uma bandeira generosa
para sempre desfraldada na alma do povo.

Artigo VIII.

Fica decretado que a maior dor
sempre foi e será sempre
não poder dar-se amor a quem se ama
e saber que é a água
que dá à planta o milagre da flor.

Artigo IX.

Fica permitido que o pão de cada dia
tenha no homem o sinal de seu suor.
Mas que sobretudo tenha sempre
o quente sabor da ternura.

Artigo X.

Fica permitido a qualquer pessoa,
a qualquer hora da vida,
o uso do traje branco.

Artigo XI.

Fica decretado, por definição,
que o homem é um animal que ama
e que por isso é belo.
muito mais belo que a estrela da manhã.

Artigo XII.

Decreta-se que nada será obrigado nem proibido.
tudo será permitido,
inclusive brincar com os rinocerontes
e caminhar pelas tardes
com uma imensa begônia na lapela.

Parágrafo único:

Só uma coisa fica proibida:
amar sem amor.

Artigo XIII.

Fica decretado que o dinheiro
não poderá nunca mais comprar
o sol das manhãs vindouras.
Expulso do grande baú do medo,
o dinheiro se transformará em uma espada fraternal
para defender o direito de cantar
e a festa do dia que chegou.

Artigo Final.

Fica proibido o uso da palavra liberdade.
a qual será suprimida dos dicionários
e do pântano enganoso das bocas.
A partir deste instante
a liberdade será algo vivo e transparente
como um fogo ou um rio,
e a sua morada será sempre
o coração do homem."


Publicado no livro "Faz Escuro Mas Eu Canto: Porque a Manhã Vai Chegar" 1965.

MELLO, Thiago de. Vento geral, 1951/1981: doze livros de poemas. 2.ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 198


Gosto disso, gosto mesmo. Apropriado para a epoca que ora vivemos. Se todos seguissemos, tudo seria diferente. Até a gente.



Voltei! Saudade daqui e de voces. Obrigada pelo carinho e pelas msgs durante a minha ausencia.

Tenho varias novas para contar e mostrar, mas por enquanto deixo essas flores para fazer o dia mais cor de rosa, mais feliz. Lindas e perfumadas flores - pena nao saber nome / especie. Alguem conhece ? (desculpem a falta de acentos e cedilhas...)


beijos e boa 4 feira a todos,

Tina

Thursday, December 04, 2008

Edição extraordinária!

Thursday, December 04, 2008 35

Naquela quinta feira - dia 3 de dezembro o médico disse: "acho que nasce essa madrugada... você vai me ligar para ir para a maternidade..." Hahaha eu disse ao médico: pode esperar, não é hoje que ela vai nascer! Com certeza será amanhã - pode dormir sossegado." E foi assim que aconteceu . De parto normal ela chegou linda e risonha às 11:15h. no dia 4 de dezembro.

Era uma sexta feira, fim de semana, fim de ano - que nada ! Era começo de vida. Vida linda, gordinha, gostosa e manhosa que chegava na minha vida. Na nossa vida. Pai bobo, vovó rezando, irmã babando, mamãe mais de feliz. Só alegria.

E alguém conseguia resistir a essa carinha fazendo "charminho" prá mamãe??? rs Sem chance! Ela chegou e ganhou nossos corações, melhor dizendo: derreteu!

E já faz tempo. Amo essa minha pequena mais que tudo: linda, competente e persistente. E ela chega lá, com certeza.

Parabéns Princess: Feliz Aniversário minha filha, te amo muito. Você sabe.


beijos mil,

Mom

Wednesday, November 26, 2008

Break!

Wednesday, November 26, 2008 38
Bem amigos da blogoesfera! Chegou a hora de dar um "break" - digamos que para os comerciais, certo? Está chegando ao fim a temporada, a estação, o ano. E eu não gosto de fazer as coisas pela metade e assim não está bom: é hora de intervalo. Hora do break.

É hora também de mudanças, de novos rumos, de novos ares... é hora de novidade!

E eu vou em busca do novo (e do já conhecido também) mas é sempre uma nova etapa, serão novos e lindos dias, cheios de vida-mais-de-querida-amada-e-sonhada que eu agora vou curtir.



Eu vou, não para muito tempo ficar. Eu volto por aqui antes do Natal e do novo Ano que vai logo começar. E prometo mostrar muita coisa bonita (na minha ótica) mas que vocês com certeza vão apreciar também.

Amigos, desculpem a ausência nos comentários, a corrida últimamente está grande, mas em pouco tempo voltarei à rotina, of course. E nesse breve hiato, deixo a Blue Moon aos cuidados de vocês, combinado?

beijos, lindos dias a todos e até breve!

Tina

Monday, November 24, 2008

Divagando...

Monday, November 24, 2008 13
"Ninguém se contenta com a própria sorte
e jamais estimamos o que possuímos tanto
quanto como nos dói a falta do que desejamos."

(Gregorio Maranon - 1887 / 1960)

Eu também não. Quero mais. Não me contento.

Eu? Insisto. Existo.

E você ?


beijos e boa semana ,

Tina

Friday, November 21, 2008

Hoje?

Friday, November 21, 2008 15

Hoje é um ontem, que nunca será amanhã.


E essa não é para pensar. Viva.


beijos e bom fim de semana,


Tina

Wednesday, November 19, 2008

Amor = Tarde

Wednesday, November 19, 2008 22

AMOR E SEU TEMPO

"Amor é privilégio de maduros
estendidos na mais estreita cama,
que se torna a mais larga e mais relvosa,
roçando, em cada poro, o céu do corpo.

É isto, amor:
o ganho não previsto,
o prêmio subterrâneo e coruscante,
leitura de relâmpago cifrado,
que, decifrado, nada mais existe
valendo a pena e o preço terrestre,

salvo o minuto de ouro no relógio minúsculo,
vibrando no crepúsculo.
Amor é o que se aprende no limite,
depois de se arquivar toda a ciência
herdada, ouvida.
Amor começa tarde."

Carlos Drummond de Andrade


Para que a 4 feira seja melhor ainda.

beijos,

Tina

Monday, November 17, 2008

Redação

Monday, November 17, 2008 18

Imperdível para amantes da língua portuguesa, e claro, também para Professores. Isso é o que eu chamo de jeito mágico de juntar palavras simples para formar belas frases. E dizer.


"REDAÇÃO DE ESTUDANTE CARIOCA VENCE CONCURSO
DA UNESCO COM 50.000 PARTICIPANTES."


Tema: "Como vencer a pobreza e a desigualdade"
Por Clarice Zeitel Vianna Silva
UFRJ - Rio de Janeiro - RJ

"PÁTRIA MADRASTA VIL"

"Onde já se viu tanto excesso de falta? Abundância de inexistência... Exagero de escassez...

Contraditórios?? Então aí está! O novo nome do nosso país! Não pode haver sinônimo melhor para BRASIL.

Porque o Brasil nada mais é do que o excesso de falta de caráter, a abundância de inexistência de solidariedade, o exagero de escassez de responsabilidade.

O Brasil nada mais é do que uma combinação mal engendrada - e friamente sistematizada - de contradições. Há quem diga que "dos filhos deste solo és mãe gentil" mas eu digo que não é gentil e, muito menos, mãe.

Pela definição que eu conheço de MÃE, o Brasil está mais para madrasta vil. A minha mãe não 'tapa o sol com a peneira'. Não me daria, por exemplo, um lugar na universidade sem ter-me dado uma bela formação básica.

E mesmo há 200 anos atrás não me aboliria da escravidão se soubesse que me restaria a liberdade apenas para morrer de fome. Porque a minha mãe não iria querer me enganar, iludir. Ela me daria um verdadeiro PACote que fosse efetivo na resolução do problema, e que contivesse educação + liberdade + igualdade.

Ela sabe que de nada me adianta ter educação pela metade, ou tê-la aprisionada pela falta de oportunidade, pela falta de escolha, acorrentada pela minha voz-nada-ativa. A minha mãe sabe que eu só vou crescer se a minha educação gerar liberdade e esta, por fim, igualdade. Uma segue a outra... Sem nenhuma contradição!

É disso que o Brasil precisa: mudanças estruturais, revolucionárias, que quebrem esse sistema-esquema social montado; mudanças que não sejam hipócritas, mudanças que transformem! A mudança que nada muda é só mais uma contradição.

Os governantes (às vezes) dão uns peixinhos, mas não ensinam a pescar. E a educação libertadora entra aí. O povo está tão paralisado pela ignorância que não sabe a que tem direito. Não aprendeu o que é ser cidadão. Porém, ainda nos falta um fator fundamental para o alcance da igualdade: nossa participação efetiva; as mudanças dentro do corpo burocrático do Estado não modificam a estrutura.

As classes média e alta - tão confortavelmente situadas na pirâmide social - terão que fazer mais do que reclamar (o que só serve mesmo para aliviar nossa culpa)... Mas estão elas preparadas para isso? Eu acredito profundamente que só uma revolução estrutural, feita de dentro pra fora e que não exclua nada nem ninguém de seus efeitos, possa acabar com a pobreza e desigualdade no Brasil. Afinal, de que serve um governo que não administra? De que serve uma mãe que não afaga?

E, finalmente, de que serve um Homem que não se posiciona? Talvez o sentido de nossa própria existência esteja ligado, justamente, a um posicionamento perante o mundo como um todo. Sem egoísmo. Cada um por todos... Algumas perguntas, quando auto-indagadas, se tornam elucidativas. Pergunte-se: quero ser pobre no Brasil?

Filho de uma mãe gentil ou de uma madrasta vil? Ser tratado como cidadão ou excluído? Como gente... Ou como bicho? "


Premiada pela UNESCO, Clarice Zeitel, tem apenas 26 anos, é estudante que está terminando a faculdade de direito da UFRJ e em julho concorreu com outros 50 mil estudantes universitários. Ela acaba de voltar de Paris, onde recebeu um prêmio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) por uma redação sobre "Como vencer a pobreza e a desigualdade".

A redação de Clarice intitulada "Pátria Madrasta Vil" foi incluída num livro, com outros cem textos selecionados no concurso. A publicação está disponível no site da Biblioteca Virtual da Unesco.

Esse texto eu não poderia deixar de repartir, recebi por e-mail e não tenho mais referências. Mas é bonito e bem escrito. É verdadeiro.


beijos e boa semana a todos,

Tina

Friday, November 14, 2008

Rio

Friday, November 14, 2008 19
"Já não sinto saudade de mais nada,
a não ser do começo da escalada,

quando o azul era azul de azul sem fim,
e Deus criava o mundo em mim."

A. Renault (1903)

O Rio para mim se transformou: agora é triste, cinza. A graça se esvaiu (são meus olhos, eu sei) mas foi assim que ele se me apresentou nesses dias - e a natureza contribuiu.

Vi uma Copacabana amarga, sem alegria, distante e fria. Vi crianças pedindo, adultos largados, pessoas dormindo ao relento. Prefiro pensar que são meus olhos e o meu coração (ainda tristes) e não quero acreditar. Não mesmo. Não era assim o Rio e/ou a Copacabana que viviam em mim.


Mas a vida continua, com certeza e apesar de tudo, existem muitos momentos bons a caminho para compensar a tristeza. O Rio não foi totalmente mau para mim dessa vez , não mesmo: olha a prova aí:



Obrigada querida pelas horas alegres e descontraídas, pelo papo delícia, por suavizar com sua alegria esses momentos ainda tão difíceis para mim. Voltei mais leve, tenha certeza.

beijos e bom fim de semana a todos,

Tina

Monday, November 10, 2008

River Dance

Monday, November 10, 2008 28

Eu admiro quem é bom no que faz e neste quesito - eles são ótimos!!! Não me canso de admirar a precisão de movimentos e a harmonia perfeita. Lindo mesmo, vale assistir !

Vou dar um pulinho alí no Rio e volto antes de 6 feira. Aí então coloco as visitas em dia, certo?

beijos e boa semana a todos,



Tina

Friday, November 07, 2008

Dia de Cecília!

Friday, November 07, 2008 26
É preciso não esquecer nada

"É preciso não esquecer nada:
nem a torneira aberta nem o fogo aceso,
nem o sorriso para os infelizes
nem a oração de cada instante.

É preciso não esquecer de ver a nova borboleta
nem o céu de sempre.

O que é preciso é esquecer o nosso rosto,
o nosso nome, o som da nossa voz, o ritmo do nosso pulso.

O que é preciso esquecer é o dia carregado de atos,
a idéia de recompensa e de glória.

O que é preciso é ser como se já não fôssemos,
vigiados pelos próprios olhos severos conosco,
pois o resto não nos pertence."

(Cecília Meireles)


Eu não digo nada. Calo. É Cecília. É divina. Não esqueço...


Este post faz parte da blogagem coletiva chamada pela amiga Leonor. Participe!


beijos e bom fim de semana a todos,

Tina

Wednesday, November 05, 2008

Você sabia?

Wednesday, November 05, 2008 34

Você sabia que:

-Ficar solteiro pode encurtar a vida de um homem em dez anos? (quem diria...)

- Se alguém fosse voar uma vez ao redor da superfície da lua, seria igual a uma viagem de ida-e-volta de New York a Londres ?

- Em 2002, o nome de barco mais popular no EUA foi Liberty ?

- No Japão, quando um homem atinge a idade de 60 anos, ela é comemorada com uma cerimônia especial ? Esta cerimônia , que caracteriza o homem num quimono vermelho , quer dizer que ele já não tem as responsabilidades de ser um adulto maduro. (pode?)

- Em New York , aproximadamente 1.600 pessoas são mordidas por outros seres humanos?

- Na Rússia, flores para ocasiões românticas, serão sempre em número par? Número de flores ímpares são só para funerais.

- Um bilhão de segundos são aproximadamente 32 anos ?

- Um galão de óleo de motor usado pode arruinar aproximadamente um milhão de galões de água fresca ?

- Estudos mostram que as mulheres divorciadas têm mais dificuldade em começar novas relações que os homens divorciados? (será?)

- O “compromisso” mais longo que se conhece, durou 67 anos, e o casal acabou se casando quando eles tinham 82 anos ?

- Não existe “ gorgeta” na Islândia ?

- Pessoas canhotas vivem menos que as pessoas destras? (quero provas...)

- Os americanos comeram oito milhões de batatas fritas e quase seis milhões de hambúrgueres no ano passado?

- Pérolas derretem no vinagre. (melhor evitar...)

- Um caracol pode dormir durante três anos? ( argh!!!)


Tudo bem: esse é um post quase inútil ! Mas lembrem-se que têm coisas que a nossa imaginação, saber e/ou inteligência desconhecem, certo? (rs) E eu ando numa corrida danada: sorry!

E isso não é invenção minha (apenas tradução livre...) a fonte está aqui, se é verdade ou não , é outra história...


beijos e boa 4 feira a todos.

Tina

Monday, November 03, 2008

Divagando...

Monday, November 03, 2008 29

"Eu aprendi que não importa quanta seriedade
a vida exija de você,
cada um de nós precisa de um amigo brincalhão,
para se divertir junto."

William Shakespeare


Eu concordo. Amigo é tudo.

A vida só tem sentindo assim.


beijos e boa semana,

Tina

Friday, October 31, 2008

De amor e bruxas...

Friday, October 31, 2008 22

Dia das Bruxas... dia em que nasceu poeta maior: Drummond, que certa vez escreveu isso:

"Nesta cidade do Rio, de dois milhões de habitantes,estou sozinho no quarto,
estou sozinho na América. Estarei mesmo sozinho?
Ainda há pouco um ruído anunciou vida ao meu lado.

Certo não é vida humana, mas é vida.
E sinto a bruxa presa na zona de luz.

De dois milhões de habitantes! E nem precisava tanto..."

Precisa mais? Quando se trata de: mentes brilhantes, de seres iluminados , de corações, e amores amantes...? Com certeza: sempre queremos mais.

Na verdade, precisava um pouco mais, faz falta. Falta Drummond, que sabia de amor, de bruxas... e de muito, muito mais.

Para celebrar e/ou brindar o dia do nascimento de Drummond, entre lindas tantas, escolhi essa:


"Amar o perdido

deixa confundido este coração.

Nada pode o olvido

contra o sem sentido apelo do Não.

As coisas tangíveis tornam-se insensíveis

à palma da mão

Mas as coisas findas

muito mais que lindas,

essas ficarão..."


Qualquer coisa que eu diga ficará perdida e quase sem sentido... afinal aí acima, está Drummond.

Post que merece ser repetido, seja quando for.


beijos e boa semana a todos.


Tina

Wednesday, October 29, 2008

Dispensável

Wednesday, October 29, 2008 23

"O que seria do verde se todos gostassem do amarelo ?"


Estava pensando outro dia e cheguei à conclusão que existem certas coisas que seriam inteiramente dispensáveis para mim, a saber:

  • gente mal educada e/ou mal amada;

  • pagode, funk , forró;

  • dobradinha, frango com quiabo, melancia;

  • motoqueiro no trânsito, na rua, na estrada;

  • fila: no banco, no cinema, no aeroporto;

  • celulite, estrias, rugas;

  • entrevista, teste, dinâmica de grupo;

  • perfume forte, roupa apertada, cabelo sem corte;

  • conta no vermelho, stress, desemprego;

  • fome, violência, insegurança;

  • despedida; beijo de adeus, saudade;

  • braços vazios a espera de abraços que não vem...


Eu ainda teria mais alguns itens a acrescentar, mas prefiro perguntar : O que é dispensável para você ?


beijos e boa 4 feira a todos.

Tina

Monday, October 27, 2008

"Abre Aspas"

Monday, October 27, 2008 29

"É tão natural que eu te possua
é tão natural que tu me tenhas,
que eu não me compreendo um tempo
houvesse
em que eu não te possuísse
ou possa haver um outro
em que eu não te tomaria.


Venhas como venhas,

é tão natural que a vida
em nossos corpos se conflua,
que eu já não me consinto
que de mim tu te abstenhas
ou que meu corpo te recuse
venhas quando venhas.

E de ser tão natural
que eu me extasie ao contemplar-te,
e de ser tão natural que eu te possua,
em mim já não há como extasiar-me
tanto a minha forma
se integrou na forma tua."



Affonso Romano de Sant'Anna é um caso raro de artista e intelectual que une a palavra à ação. Nasceu em Belo Horizonte em 1937 e desde os anos 60 teve participação ativa nos movimentos que transformaram a poesia brasileira, interagindo com os grupos de vanguarda e construindo sua própria linguagem e trajetória. E é casado com a jornalista Marina Colasanti: linda dupla, não?

Ele tem mais de 40 livros publicados, além de ter sido professor em diversas universidades brasileiras - UFMG, PUC/RJ, URFJ, UFF, bem como no exterior - Universidades da Califórnia, Universidade de Köln na Alemanha e Aix-en-Provence em França.

Escreveu diversos artigos para jornais e como cronista no “Jornal do Brasil”, em 1984 substituiu ninguém menos do que Carlos Drummond de Andrade - que foi também objeto da sua tese de doutoramento (UFMJ), intitulada:"Drummond, o gauche no tempo", que mereceu quatro prêmios nacionais.

E foi também o criador do Sistema Nacional de Bibliotecas, que reúne 3.000 instituições e o PROLER ( Programa de Promoção da Leitura), que contou com mais de 30 mil voluntários e estabeleceu-se em 300 municípios em 1991 lançou o programa “Uma biblioteca em cada município” e teve vários textos convertidos em teatro, balé e música e tem diversos CDs de literatura gravados com sua voz e na voz de atores diversos.

Affonso recebeu algumas das principais comendas brasileiras - Ordem Rio Branco, Medalha Tiradentes, Medalha da Inconfidência, Medalha Santos Dummont. Agindo e sendo. (fonte)

Sant´Anna escreve coisas lindas: de dentro / para dentro do coração. Para os que amam verdadeiramente. Para quem de verdade - SENTE!

Eu ficaria falando / escrevendo dele e de poesia a tarde toda, mas não gosto de posts longos, portanto fica por aqui demonstrada a minha escolha em matéria de poesia / poeta e também a minha contribuição à blogagem coletiva chamada pela querida amiga Lunna. Junte-se a nós !

A semana é sempre linda quando começa com poesia.


beijos e boa semana a todos,

Tina

Friday, October 24, 2008

Salada

Friday, October 24, 2008 20
Penne ao Funghi by Tina

A Yvonne faz - e muito bem - um post chamado Salada de Frutas que eu gosto muito e, inspirada nela, hoje vou fazer uma saladinha - mas vai ser de macarrão, combinado?

  • Amanhã é o Dia Internacional do Macarrão. A data, 25 de outubro, foi escolhida por ser o dia da realização do 1º Congresso Mundial de Pasta, em Roma, em 1995.
  • Vocês sabiam que o Brasil é o terceiro maior produtor de macarrão do mundo, com 1 milhão de toneladas (dados de 2001), e faturamento na ordem de R$ 2 bilhões ? O consumo de macarrão no Brasil é de 5,6 kg por pessoa, a cada ano. Coisa boa a gente não dispensa.

  • Continuando a salada, não se esqueçam da blogagem da Lunna na próxima segunda feira, poesia pura. Uma delícia.

  • E ainda tem mais uma - divina - no dia 7 de novembro sobre Clarice - convite da amiga Leonor. Participe!

  • Não deixem de participar da chamada feita pela Georgia(Saia Justa) sobre Adoção: o assunto é sério e deve ser debatido. A data é 15 de novembro.

  • Eu adoro poesia. E macarrão também. Ooops! A receita do macarrão da foto está aqui. Espero que gostem.

Misturar poesia com macarrão não vale, mas que isso faz um bem danado, isso faz! (rs)


beijos e bom fim de semana a todos.

Tina

Wednesday, October 22, 2008

Divagando...

Wednesday, October 22, 2008 20

"Tão sutilmente em tantos breves anos
foram se trocando sobre os muros
mais que desigualdades, semelhanças,
que aos poucos dois são um, sem que no entanto
deixem de ser plurais:

talvez as asas de um só anjo, inseparáveis.
Presenças, solidões que vão tecendo a vida,
o filho que se faz, uma árvore plantada,
o tempo gotejando do telhado.

Beleza perseguida a cada hora, para que não baixe
o pó de um cotidiano desencanto.

Tão fielmente adaptam-se as almas destes corpos
que uma em outra pode se trocar,
sem que alguém de fora o percebesse nunca."

Lya Luft

Lindo isso, não? Gosto muito dos escritos dela, principalmente do modo como ela "sutil e elegantemente" toca nas feridas da nossa cidade, do país, do mundo contemporâneo enfim. E ainda o faz muitas vezes, com poesia.

beijos e boa 4 feira a todos,

Tina

Monday, October 20, 2008

Perguntas.

Monday, October 20, 2008 29


Vocês já tiraram um dia para não falar de nada?

Um dia para sentir e não dizer,

Um dia para não ter e ainda assim ser?

Um dia sem compromisso, sem ação / reação ?

Um dia só seu, sem ninguém / nada a sua volta?

Difícil não? E quase impossível. É mais um dia.

Hoje é o meu. Só. Assim.


Um dia.


beijos e boa semana a todos,

Tina

Friday, October 17, 2008

Divagando...

Friday, October 17, 2008 23
"Sua razão e sua paixão são o leme e a vela de sua alma navegante.
Se um dos dois quebrar, você pode adernar e ficar à deriva
ou ficar imóvel no meio do mar.
Porque a razão, reinando sozinha, restringe todo impulso.
E a paixão, deixada a si
é fogo que arde até sua própria destruição."


Khalil Gibran (1883 - 1931)


Grande verdade na minha opinião, mas a gente nem sempre se dá conta disso.

E você, o que acha ?


beijos e bom fim de semana a todos.

Tina

Wednesday, October 15, 2008

Blog Action Day

Wednesday, October 15, 2008 22

"Um relatório divulgado pelo Centro Internacional de Pobreza, instituição de pesquisa do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), afirma que 27% dos pobres das áreas urbanas do Brasil conseguiram sair da situação de pobreza em dez anos.

Os 73% restantes teriam ficado estagnados "em uma situação de pobreza crônica", afirma o estudo intitulado Distinguindo a pobreza crônica da transitória no Brasil.

A pesquisa utilizou dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) de 1993 a 2003 e dividiu a população urbana adulta em 180 grupos, de acordo com o ano de nascimento, sexo, cor, escolaridade e região de domicílio.

"A pobreza se tornou um fenômeno essencialmente urbano e metropolitano, em parte devido ao êxodo rural. No fim da década de 90, 78% dos pobres do Brasil estavam em áreas urbanas", diz o relatório, assinado pelos pesquisadores Rafael Perez Ribas, do Centro Internacional de Pobreza, e Ana Flávia Machado, do Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Pobreza crônica e transitória.

O estudo estabelece as diferenças entre pobreza transitória e crônica. Para os autores, a pobreza transitória caracteriza-se essencialmente por um "problema de renda temporário", quando, por exemplo, há desemprego na família. Nesse caso, a condição de pobreza pode ser revertida em um curto período de tempo.

Já a pobreza crônica pode ser definida "por uma situação de desemprego mais duradoura, que ultrapassa dois anos". Os pesquisadores, no entanto, afirmam que a situação de pobreza crônica no Brasil se dá pela "dependência", acima de tudo. "Durante este período (1993-2003), constatamos que 73% da pobreza no Brasil era crônica.

Esta grande proporção se deve, principalmente, a um estado de dependência, ou seja, pessoas pobres, que continuam pobres porque têm um passado pobre independentemente de suas características pessoais." Os autores observam que entre os mais propensos à pobreza crônica estão "os não-brancos, menos escolarizados, residentes da região Nordeste e trabalhadores informais".

Por sua vez, a pobreza transitória atinge mais as mulheres que chefiam domicílios e os lares chefiados por desempregados. De forma geral, conclui o relatório, tanto a pobreza transitória e como a crônica estão ligadas ao nível de escolaridade. "A pobreza transitória é observada entre os indivíduos com muito pouco ou nenhum nível de escolaridade. Isso se explica porque esses grupos estão mais suscetíveis às crises do mercado de trabalho do que as que estudaram mais tempo", diz o estudo.

Para reverter a situação, os autores sugerem "aliar políticas de formação de capital humano e acesso a serviços públicos combinados com programas destinados a reduzir desigualdades na distribuição de renda das famílias". Fonte: BBC

Será que algum dia por aqui - onde temos pelo menos 56 milhões de pobres, sem contar os milhões que "vivem" (?) de aposentadorias vergonhosas depois de anos de trabalho árduo - isso vai mudar ? Será que essas estatísticas vão realmente melhorar ? Tenho minhas dúvidas.

Este post faz parte da blogagem sobre Pobreza no Blog Action Day 2008. Participe!


beijos e boa 4 feira,

Tina

Monday, October 13, 2008

Crianças

Monday, October 13, 2008 11

"É tão bonita a criança com seu doce sorriso, sua doce boa fé;
sua voz que tudo quer dizer, suas lágrimas logo acalmadas;
Deixando vagar a vista assombrada e arrebatada;
Oferecendo por todos os lados a jovem alma à vida,
E a boca aos beijos." (Victor Hugo - 1802-1885)


É lindo e verdadeiro, devemos reverenciar. Crianças são nosso passado, e são feitos de presente, para o futuro. Deles (as). E para nossa alegria, naturalmente.

Em tempo, pelo dia da criança - que vive em cada um de nós!


beijos e boa semana a todos,


Tina

Friday, October 10, 2008

A crise!

Friday, October 10, 2008 20
Para quem não entendeu ou não sabe bem o que é ou gerou a crise americana, segue breve relato econômico para leigo entender... É assim:

"O seu Biu tem um bar, na Vila Carrapato, e decide que vai vender cachaça 'na caderneta' aos seus leais fregueses, todos bêbados, quase todos desempregados.

Porque decidiu vender a crédito, ele pode aumentar um pouquinho o preço da dose da branquinha (a diferença é o sobrepreço que os pinguços pagam pelo crédito).

O gerente do banco do seu Biu, um ousado administrador do PT formado em curso de emibiêi, decide que as cadernetas das dívidas do bar constituem, afinal, um ativo recebível, e começa a adiantar dinheiro ao estabelecimento tendo o pindura dos pinguços como garantia.

Uns seis zécutivos de bancos, mais adiante, lastreiam os tais recebíveis do banco, e os transformam em CDB, CDO, LT do PT, CCD, UTI, OVNI, SOS ou qualquer outro acrônimo financeiro que ninguém sabe exatamente o que quer dizer.

Esses adicionais instrumentos financeiros, alavancam o mercado de capitais e conduzem a operações estruturadas de derivativos, na BM&F, cujo lastro inicial todo mundo desconhece (as tais cadernetas do seu Biu ).

Esses derivativos estão sendo negociados como se fossem títulos sérios, com fortes garantias reais, nos mercados de 73 países.

Até que alguém descobre que os bebum da Vila Carrapato não têm dinheiro para pagar as contas, e o Bar do seu Biu vai à falência. E toda a cadeia si dana!" (desconheço autoria)


Gente, fala sério: é ou não é a explicação da crise ? (rs)

beijos e bom fim de semana a todos.

Tina

Wednesday, October 08, 2008

Mudando de assunto...

Wednesday, October 08, 2008 27

Eu acho que todos temos alguma coisa que ao realizar/ executar nos faz sentir bem. Seria isso um "hobby" ? Acho que sim . Se não for, a gente acha outro nome. Eu assumo que um dos meus hobbies é "cozinhar" . E eu poderia adicionar vários outros à lista, mas por hoje esse basta.

E eis que hoje ao chegar em casa, depois de um "super-light-mega-engarrafamento-paulistano", me deparo com 3 batatas (grandes) quase se acabando na minha fruteira (leia-se= espaço comum hortifruti-granjeiro-fora-da-geladeira). Coitadinhas...

E mais do que depressa resolvo transformá-las em algo apresentável e passível de ser degustado - e não é que eu tinha um lindo galho de alecrim dando mole na minha cozinha? Alecrim e batata casam muito bem, dão uma combinação perfeita, por que não usá-los ? (rs). Nada se perde, não mesmo. E eu adoro ervas frescas. Muito bom!

Não tive dúvida: cortei as batatas em lascas (depois de bem lavadas) com casca e tudo e coloquei para aferventar levemente (não mais que 10 minutos).



Depois disso foi só escorrer, espalhar bastante alecrim fresco por cima , salpicar com um sachet de tempero "Meu Segredo - da Knorr" e cobrir com azeite, sal grosso, pimenta do reino moída na hora . Levei ao forno por 30 minutos coberta com papel alumínio. Retirei o papel alumínio e deixei no forno mais 10 minutos para ficarem douradas.

E foi só servir - acompanha bem qualquer prato e deixa um aroma delicioso no ar. Quer mais? passa .

A vida fica mais gostosa assim, não?

beijos e boa 4 feira,

Tina

Monday, October 06, 2008

Dúvida

Monday, October 06, 2008 16

"Terror de te amar num lugar tão frágil como o mundo.

Mal de te amar neste lugar de imperfeição
Onde tudo nos quebra e emudece
Onde tudo nos mente e nos separa"

(Sophia Andresen)



Sem saída.


Vida ou Enigma?


sei não.



beijos e boa semana.


Tina

Thursday, October 02, 2008

Minha Dedey !

Thursday, October 02, 2008 39


Trinta anos atrás eu era apenas uma menina com mil perguntas, todas sem resposta. Vivia ajeitanto o vestido e os cabelos longos, tentava acertar a roupa que teimava em ficar sem graça em virtude da barriga imensa que eu exibia cheia de orgulho.

A data "marcada" pelo médico teimava em um fim de mês - que eu não queria, afinal eu nasci no último dia do mês e adivinhem? - meus irmãos também! Eu sabia que ela (eu tinha certeza que seria ELA mesmo sem ultrassom ou qualquer exame mais específico ) chegaria com a beleza de um novo mês, de um novo começar. Uma nova vida.

E naquela 4 feira , dia 2 de outubro, saí de casa decidida: hoje vou te conhecer, hoje nasce! E fui forte e confiante junto com minha mãe (hoje só saudade! - e que estava mais boba e nervosa que todos ) para a maternidade. O médico disse que poderia esperar mais uns dias - como vinha fazendo havia 2 semanas. Eu disse não! De hoje não passa. E não passou. Eu sim, passei horas de dor, ansiedade, espera e vontade. Mas tinha certeza da recompensa maior que estava por vir.

E ela nasceu linda e de parto normal, às 6:20h daquela tarde. O primeiro toque (a meu ver, infinitas horas depois ), a primeira mamada, a novidade, a ida para casa. Felicidade pura. E eu realizada por inteiro. Eu / Mãe. Ela / Minha menina.

Eu não sabia, mas era o dia dos "Anjos da Guarda" - eles nos abençoaram - e minha filha chegou linda, saudável e cheia de vida. Vida nova na minha vida. Eu era só alegria.

E a cada dia ela era um pouco mais minha, embora fosse cada vez mais do mundo. E o tempo foi passando: veio a primeira escolinha, a primeira viagem sozinha, o primeiro namorado. O tempo passou rápido demais, quase não acreditei.

E logo veio a faculdade, a pós graduação no exterior, o tempo, e o amor. Ah! o amor levou-a para longe de mim e me trouxe amor ainda maior: meu netinho!

O tempo passa, e mais do que nunca sei o quanto é bom ter você minha filha, nos erros e nos acertos, nos bons e nos maus momentos sei que posso contar com você, sempre. Te amo mais que tudo no mundo. Você é meu sol, minha luz, meu norte, minha sorte.


Feliz Aniversário filhota, muitas felicidades e muitos, muitos anos de vida. Deus te abençoe e te proteja sempre. Obrigada por ter me dado o mais lindo presente (depois de minhas duas filhotas - naturalmente) que já ganhei na vida: seu filho = meu neto!

Te amo muito filha, te amo sempre minha Dedey.

PS: "Dedey" foi o "nome" que ela mesma se deu quando começou a falar... (rs)


E lembrando o poeta: Filhos: sem tê-los, como sabê-los ?


beijos a todos e bom fim de semana,


Tina

Monday, September 29, 2008

Brasilidade

Monday, September 29, 2008 24
(...) Assim são as páginas da vida,
como dizia meu filho quando fazia versos,
e acrescentava que as páginas vão
passando umas sobre as outras,
esquecidas apenas lidas.


"Dizem os críticos que Machado era "urbano, aristocrata, cosmopolita, reservado e cínico, ignorou questões sociais como a independência do Brasil e a abolição da escravatura. Passou ao longe do nacionalismo, tendo ambientado suas histórias sempre no Rio, como se não houvesse outro lugar. ... A galeria de tipos e personagens que criou revela o autor como um mestre da observação psicológica. ... Sua obra divide-se em duas fases, uma romântica e outra parnasiano-realista, quando desenvolveu inconfundível estilo desiludido, sarcástico e amargo. O domínio da linguagem é sutil e o estilo é preciso, reticente. O humor pessimista e a complexidade do pensamento, além da desconfiança na razão (no seu sentido cartesiano e iluminista), fazem com que se afaste de seus contemporâneos."

Assim era Machado de Assis, a quem devemos reverenciar. E lá se vão 100 anos. hoje. E a vida continua. Minha homenagem.

beijos e boa semana a todos,

Tina


Update: Obrigada ao amigo Marco pelo lindo post que me dedicou, fez a diferença!

Friday, September 26, 2008

Divagando...

Friday, September 26, 2008 22

"Rir é arriscar-se a parecer louco.
Chorar é arriscar-se a parecer sentimental.
Estender a mão para o outro é arriscar-se a se envolver.
Expor seus sentimentos é arriscar-se a expor seu eu verdadeiro.
Amar é arriscar-se a não ser amado.
Expor suas idéias e sonhos ao público é arriscar-se a perder.
Viver é arriscar-se a morrer...
Ter esperança é arriscar-se a sofrer decepção.
Tentar é arriscar-se a falhar.

Mas... é preciso correr riscos.
Porque o maior azar da vida é não arriscar nada...

Pessoas que não arriscam, que nada fazem, nada são.
Podem estar evitando o sofrimento e a tristeza.
Mas assim não podem aprender, sentir, crescer, mudar, amar, viver...
Acorrentadas às suas atitudes, são escravas;
Abrem mão de sua liberdade.
Só a pessoa que se arrisca é livre...

Arriscar-se é perder o pé por algum tempo.
Não se arriscar é perder a vida..."
(S. Kierkegaard 1813 - 1855)

Eu sempre arrisco.

Obrigada a todos pela mensagens e pelo carinho.

beijos e bom fim de semana!

Tina

Monday, September 22, 2008

Benção

Monday, September 22, 2008 35

"Amamos as nossas mães quase sem o saber e
só nos damos conta da profundidade das raízes desse amor
no momento da derradeira separação." (Guy Maupassant)

Elas - as mães - vão nos perdoar sempre, vão sorrir, afagar, abraçar e sofrer junto. Vão torcer, querer trocar de lugar, vão nos amar incondicionalmente, vão nos proteger, amparar, alimentar, acolher, educar. Vão nos receber a qualquer tempo sem nada pedir em troca - e mais, muito mais. Mães são mães - e sempre vão nos abençoar.

A benção que recebo de minha mãe, desde a sexta feira passada, vem lá do alto, onde ela agora descansa e continua a olhar por mim e pelos meus. Com certeza, com a benção de sempre.

"Ciao mãe", até breve.

As semanas por aqui nunca mais serão as mesmas: agora falta você. Te amo, você sabe.


beijos,


Tina

Friday, September 19, 2008

Constatação!

Friday, September 19, 2008 33

"Certa ocasião alguém perguntou a Galileu Galilei:

- Quantos anos tens?!

- Oito ou dez, respondeu Galileu, em evidente contradição com sua barba branca. E logo explicou:

- Tenho, na verdade, os anos que me restam de vida, porque os já vividos não os tenho mais, como não temos mais as moedas que já gastamos.

Crescemos em sabedoria se valorizarmos, o tempo como Galileu Galilei. Dizemos espantados:

- Como passa o tempo! Mas na verdade, somos nós que passamos.

O astrônomo italiano sabia que estamos aqui de passagem. Somos peregrinos e é bom pensar na meta que nos espera...

A certeza de que o nosso caminhar terreno tem um final, é o melhor recurso para valorizarmos mais cada minuto que percorremos. Assim podemos aproveitar o que realmente temos: O PRESENTE."

Recebi e repasso desejando a todos um ótimo fim de semana! Pensem.

beijos,

Tina

Tuesday, September 16, 2008

Divagando...

Tuesday, September 16, 2008 29

"Creio que aqueles que mais entendem de felicidade são
as borboletas e as bolhas de sabão...
Ver girar essas pequenas almas leves, loucas,
graciosas e que se movem é o que,
de mim, arrancam lágrimas e canções.
Eu só poderia acreditar em um Deus que soubesse dançar.
E quando vi meu demônio, pareceu-me sério,
grave, profundo, solene.
Era o espírito da gravidade. ele é que faz cair todas as coisas.
Não é com ira, mas com riso que se mata. Coragem!
Vamos matar o espírito da gravidade!
Eu aprendi a andar.
Desde então, passei por mim a correr.
Eu aprendi a voar. Desde então, não quero que me empurrem
para mudar de lugar.
Agora sou leve, agora vôo, agora vejo por baixo de mim mesmo,
agora um Deus dança em mim!"
(Nietszche)



Eu também acredito. e aprendi. e não preciso que me empurrem: eu vôo, eu vou!

beijos, ótimo dia!

Tina

Monday, September 15, 2008

Para Flávia

Monday, September 15, 2008 8

"A justiça atrasada não é justiça,
senão injustiça qualificada e manifesta."
(Rui Barbosa, 1849-1923)


Digamos que, "em apertada análise, há, pelo menos, três grandes esforços a serem empreendidos para se garantir a todas as pessoas acessar verdadeiramente a Justiça no Brasil: a reformulação do ensino jurídico; a reforma do Poder Judiciário, especialmente à forma de provimento dos cargos nos tribunais superiores..." (fonte)

Eu acho que o "nosso Poder Judiciário" é falho, velho, obsoleto. Vamos nos mexer! Justiça é o mínimo que podemos exigir, pedir, ter: isso tem que mudar! Por todos, para todos, por Flávia.

Esse post faz parte da blogagem coletiva "Justiça para Flávia". A gente chega lá, com certeza.


beijos e boa semana,

Tina
 
luzdeluma st © Code is Pocket