Monday, September 29, 2008

Brasilidade

Monday, September 29, 2008 24
(...) Assim são as páginas da vida,
como dizia meu filho quando fazia versos,
e acrescentava que as páginas vão
passando umas sobre as outras,
esquecidas apenas lidas.


"Dizem os críticos que Machado era "urbano, aristocrata, cosmopolita, reservado e cínico, ignorou questões sociais como a independência do Brasil e a abolição da escravatura. Passou ao longe do nacionalismo, tendo ambientado suas histórias sempre no Rio, como se não houvesse outro lugar. ... A galeria de tipos e personagens que criou revela o autor como um mestre da observação psicológica. ... Sua obra divide-se em duas fases, uma romântica e outra parnasiano-realista, quando desenvolveu inconfundível estilo desiludido, sarcástico e amargo. O domínio da linguagem é sutil e o estilo é preciso, reticente. O humor pessimista e a complexidade do pensamento, além da desconfiança na razão (no seu sentido cartesiano e iluminista), fazem com que se afaste de seus contemporâneos."

Assim era Machado de Assis, a quem devemos reverenciar. E lá se vão 100 anos. hoje. E a vida continua. Minha homenagem.

beijos e boa semana a todos,

Tina


Update: Obrigada ao amigo Marco pelo lindo post que me dedicou, fez a diferença!

Friday, September 26, 2008

Divagando...

Friday, September 26, 2008 22

"Rir é arriscar-se a parecer louco.
Chorar é arriscar-se a parecer sentimental.
Estender a mão para o outro é arriscar-se a se envolver.
Expor seus sentimentos é arriscar-se a expor seu eu verdadeiro.
Amar é arriscar-se a não ser amado.
Expor suas idéias e sonhos ao público é arriscar-se a perder.
Viver é arriscar-se a morrer...
Ter esperança é arriscar-se a sofrer decepção.
Tentar é arriscar-se a falhar.

Mas... é preciso correr riscos.
Porque o maior azar da vida é não arriscar nada...

Pessoas que não arriscam, que nada fazem, nada são.
Podem estar evitando o sofrimento e a tristeza.
Mas assim não podem aprender, sentir, crescer, mudar, amar, viver...
Acorrentadas às suas atitudes, são escravas;
Abrem mão de sua liberdade.
Só a pessoa que se arrisca é livre...

Arriscar-se é perder o pé por algum tempo.
Não se arriscar é perder a vida..."
(S. Kierkegaard 1813 - 1855)

Eu sempre arrisco.

Obrigada a todos pela mensagens e pelo carinho.

beijos e bom fim de semana!

Tina

Monday, September 22, 2008

Benção

Monday, September 22, 2008 35

"Amamos as nossas mães quase sem o saber e
só nos damos conta da profundidade das raízes desse amor
no momento da derradeira separação." (Guy Maupassant)

Elas - as mães - vão nos perdoar sempre, vão sorrir, afagar, abraçar e sofrer junto. Vão torcer, querer trocar de lugar, vão nos amar incondicionalmente, vão nos proteger, amparar, alimentar, acolher, educar. Vão nos receber a qualquer tempo sem nada pedir em troca - e mais, muito mais. Mães são mães - e sempre vão nos abençoar.

A benção que recebo de minha mãe, desde a sexta feira passada, vem lá do alto, onde ela agora descansa e continua a olhar por mim e pelos meus. Com certeza, com a benção de sempre.

"Ciao mãe", até breve.

As semanas por aqui nunca mais serão as mesmas: agora falta você. Te amo, você sabe.


beijos,


Tina

Friday, September 19, 2008

Constatação!

Friday, September 19, 2008 33

"Certa ocasião alguém perguntou a Galileu Galilei:

- Quantos anos tens?!

- Oito ou dez, respondeu Galileu, em evidente contradição com sua barba branca. E logo explicou:

- Tenho, na verdade, os anos que me restam de vida, porque os já vividos não os tenho mais, como não temos mais as moedas que já gastamos.

Crescemos em sabedoria se valorizarmos, o tempo como Galileu Galilei. Dizemos espantados:

- Como passa o tempo! Mas na verdade, somos nós que passamos.

O astrônomo italiano sabia que estamos aqui de passagem. Somos peregrinos e é bom pensar na meta que nos espera...

A certeza de que o nosso caminhar terreno tem um final, é o melhor recurso para valorizarmos mais cada minuto que percorremos. Assim podemos aproveitar o que realmente temos: O PRESENTE."

Recebi e repasso desejando a todos um ótimo fim de semana! Pensem.

beijos,

Tina

Tuesday, September 16, 2008

Divagando...

Tuesday, September 16, 2008 29

"Creio que aqueles que mais entendem de felicidade são
as borboletas e as bolhas de sabão...
Ver girar essas pequenas almas leves, loucas,
graciosas e que se movem é o que,
de mim, arrancam lágrimas e canções.
Eu só poderia acreditar em um Deus que soubesse dançar.
E quando vi meu demônio, pareceu-me sério,
grave, profundo, solene.
Era o espírito da gravidade. ele é que faz cair todas as coisas.
Não é com ira, mas com riso que se mata. Coragem!
Vamos matar o espírito da gravidade!
Eu aprendi a andar.
Desde então, passei por mim a correr.
Eu aprendi a voar. Desde então, não quero que me empurrem
para mudar de lugar.
Agora sou leve, agora vôo, agora vejo por baixo de mim mesmo,
agora um Deus dança em mim!"
(Nietszche)



Eu também acredito. e aprendi. e não preciso que me empurrem: eu vôo, eu vou!

beijos, ótimo dia!

Tina

Monday, September 15, 2008

Para Flávia

Monday, September 15, 2008 8

"A justiça atrasada não é justiça,
senão injustiça qualificada e manifesta."
(Rui Barbosa, 1849-1923)


Digamos que, "em apertada análise, há, pelo menos, três grandes esforços a serem empreendidos para se garantir a todas as pessoas acessar verdadeiramente a Justiça no Brasil: a reformulação do ensino jurídico; a reforma do Poder Judiciário, especialmente à forma de provimento dos cargos nos tribunais superiores..." (fonte)

Eu acho que o "nosso Poder Judiciário" é falho, velho, obsoleto. Vamos nos mexer! Justiça é o mínimo que podemos exigir, pedir, ter: isso tem que mudar! Por todos, para todos, por Flávia.

Esse post faz parte da blogagem coletiva "Justiça para Flávia". A gente chega lá, com certeza.


beijos e boa semana,

Tina

Friday, September 12, 2008

Lição

Friday, September 12, 2008 25

"Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino.
E eu me sinto completamente feliz.
Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas,
que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem,
outros que só existem diante das minhas janelas, e outros,
finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim."
(Cecília Meirelles)


E desejo que dê tudo certo para vocês e para mim, portanto vamos em frente, não há como fazer diferente. E não esqueçam que o "olhar" faz toda a diferença.

Desejo a todos um ótimo fim de semana !

beijos,

Tina

Wednesday, September 10, 2008

Descontração...

Wednesday, September 10, 2008 25
"As vezes, quando se está furioso com alguém,
sentar e pensar sobre o problema
pode ajudar bastante!''


Gente: isso é filosofia e/ou realidade pura - mas tem que ser literalmente - tá !?! (rs)


beijos e boa 4 feira.


UPDATE: Hoje é 11 de setembro: não é mais um dia qualquer, é dia de pedir PAZ!

Tina

Monday, September 08, 2008

Onde?

Monday, September 08, 2008 21

"E então há um lugar para onde vão os sonhos que a gente desacredita, onde moram os anéis que perdemos, os brincos descasados, o pé de meia preferido, o batom engolido pela bolsa. Há um lugar, um sumidouro, para onde são tragados os sorrisos que não voltam, o cheiro do cabelo, um colarinho manchado, o perfume na manga do vestido, teu nome no bilhete, um gosto de vinho grudado na língua. Ficam lá, suspensos numa órbita improvável e inacessível, ao som de três ou quatro frases para sempre repetidas que a gente procura esquecer. E um dia esquece." (by Ticcia)

E esquece mesmo, tem que esquecer. E continuar... (mas onde é esse lugar ?)

Essa moça escreve de amor com perfeição. E eu a conheço: linda, doce , suave e brilhante como seus escritos. Vale conferir.


beijos e boa semana,

Tina

Friday, September 05, 2008

Divagando...

Friday, September 05, 2008 26
"Nunca se apressa a espada celestial, nem se atrasa,
a não ser pela opinião de quem a invoca ou teme, por sinal..."
(Dante em Paraíso)

É, tudo tem seu tempo, e este é preciso. Apressar pode destruir (ocultar?). Retardar pode fazer perder (ou ganhar?). Sentença. Só depende de você.

A vida pode ser paraíso ou inferno - questão de escolha, tempo e/ou opinião.

Maktub!


Para pensar no tempo livre.

beijos e bom fim de semana,

Tina

Wednesday, September 03, 2008

Memória

Wednesday, September 03, 2008 27
Photo by Baldomero A. Coelho

Vantagens da memória e do esquecimento

"Nietzsche, filósofo que morreu em 1900, dizia que a memória tinha vantagens e desvantagens na vida. É certo que quem quiser viver bem, quem almejar de algum modo ser feliz, deverá provar o equilíbrio entre lembrar e esquecer.

Temos, neste momento, um problema de distinção: o que devemos esquecer, o que devemos lembrar? Na busca de um meio termo, mais vantajoso será guardar o que nos traz bons afetos, ou alegria e descartar o que nos traz maus sentimentos, ou tristezas.

Motivos para a infelicidade não faltam a quem quiser olhar para a história humana e a história pessoal. Mas enquanto a memória histórica nos faz bem, pois nos mostra o que se passou para chegarmos até aqui, a memória pessoal faz o mesmo, mas ela só tem sentido se conectada à memória coletiva.

Para poder buscar a alegria de viver é preciso olhar para a frente, para o futuro e reinventar a vida a cada dia. É esta invenção do presente que nos dará, no futuro, um passado do qual tenhamos prazer em lembrar. Viver do passado ou no passado, só prejudica o presente no qual, elaboramos o que será amanhã o passado. " (texto de M.Tiburi)


Verdade mesmo, não acham? Eu prezo - e muito - a memória, a lembrança. Sem elas a vida seria uma tela em branco. E também gosto muito dos escritos dela, vale ler.

beijos e boa 4 feira a todos.

Tina

Monday, September 01, 2008

L .O.V.E.

Monday, September 01, 2008 17
" O amor é essa chance maravilhosa que um outro nos ama ainda
quando já não podemos amar a nós mesmos..." (J. Guéhenno)

E esse foi meu presente de aniversário, de mim para mim - gravado na parede do quarto. O dele? Nem conto... mas coube no dedo direitinho!

Vou lá terminar a comemoração. Com pizza, à moda paulista naturalmente. (rs)

beijos e boa semana a todos,

Tina
 
luzdeluma st © Code is Pocket