Monday, April 30, 2007

Sinto

Monday, April 30, 2007 14

" Sinto a falta dele,
como se me faltasse,
um dente da frente."

Clarice sabia como se expressar. E como sabia.


Eu apenas sinto.



beijos e boa semana.

Tina

Friday, April 27, 2007

Menino das Flores.

Friday, April 27, 2007 9



L.M. era moreno, tinha cabelos levemente cacheados, dentes brancos e longos, e adorava futebol. Desde de cedo trabalhava para ajudar sua mãe, para concluir seus estudos, para ser alguém. E sonhava se formar, virar gente grande. Como ela.

Estava feliz no emprego em uma grande empresa, afinal do alto dos seus 16 anos, não era apenas mais um office-boy a distribuir correspondência: era também encarregado de levar todas as manhãs de segunda feira a alegria na forma de uma flor, para cada uma das moças que trabalhavam na empresa colocarem em suas mesas. E o fazia com o maior prazer, com um sorriso nos lábios e um bom dia para todas, - mas sempre tinha o cuidado de escolher a flor mais bonita e perfumada para entregar à ela.

- Então minha mesa vai ficar mais bonita: chegou o meu "Menino das Flores!" dizia ela quando L. se aproximava de sua sala, sem nada mais poder dizer.

L.M. sentia o coração disparar, chegava quase a tremer, mas aquelas manhãs eram sempre especiais quando chegava perto dela. E ele parecia quase sair do chão quando a via: era tão linda, perfumada, cabelos longos, sempre muito bem vestida e de salto alto. Aquele olhar experiente e aquele salto fino eram como estacas no seu coração. Como dizer à ela do amor que sentia, das poesias que escrevia, dos infinitos desenhos que preenchiam seus cadernos enquanto pensava nela? Estava tudo tão perto e tão distante do seu mundo. Mas sonhava ela, sonhava e isso ninguém podia impedir.

Não tinha coragem, não via a mínima chance de declarar seu amor adolescente à ela, que àquela altura da vida, era secretária da alta direção da empresa e deveria ter pelo menos uns 10 anos a mais que ele. Como chegaria a se declarar a alguém tão perto e tão longe ao mesmo tempo?

Mas L.M. nunca pensou em desistir: ele a amava . Não pensava a vida sem ela nas manhãs, nas tardes, nas flores que separava especialmente, no coração que pulsava e vivia momentos e sonhos dela.

E a vida foi passando, os tempos mudaram. Sempre se viram, sempre se conversaram, sempre se olharam. Nunca se desvendaram. Não sabia como era ela.

E eis que um dia ela resolve partir para novo trabalho, não sem antes se despedir dele e dizer:

- Meu "Menino das Flores": vá em frente, crie seus horizontes, faça verdade seus sonhos. Eu ainda vou te ver realizado!

Naquele momento, L.M. sentiu o mundo cair, viu seu sonho de amor adolescente desaparecer, suas esperanças de um dia estar com ela morrerem. Estava triste e desolado, tão imerso em suas dores que não ouviu ela dizer:

- Não perca contato, ainda vamos nos conhecer. Também amo você.

Nunca se tocaram, mas sempre se amaram... e L.M. nunca soube o quanto significou na vida dela . Ela sabia, e o amava.


#-#-#-#-#-#-#-#


Eu estava inspirada hoje, acho que é a época.


beijos e super feriado prolongado!

Tina

Wednesday, April 25, 2007

Grand Canyon Skywalk

Wednesday, April 25, 2007 20
"A ousadia é uma das qualidades mais notáveis de um homem em segurança..."

A.Bierce






Eu sempre admirei os que ousam. E gosto de arriscar também. Mas eu não sei se teria coragem de passear nesta passarela, sinceramente não sei. Acho que teria que pensar muito.

Construída sobre o Grand Canyon, no Arizona, encontra-se a uma altura de cerca de 1,250m sobre o Rio Colorado, bem perto da reserva indígena Hualapal. Tem o formato de uma ferradura e sua estupenda estrutura de aço suporta cerca de 90 ton de vidro temperado, por onde se pode caminhar e apreciar a magnífica paisagem sem medo (?)

O preço da entrada é de US$25 por pessoa e dá direito a um par de "sapatos especiais" para evitar estragos e/ou escorregões no chão de vidro, mas ela custou cerca de US$ 30 milhões de dólares a um investidor californiano, que promete dividir os lucros com as tribos da região.

Sua construção já gerou diversas controvérsias na opinião pública americana: alguns acham que não se deveria criar um pool turístico em lugar de tanta beleza natural e cheio de paz. Já entre os indígenas, as opiniões divergem: há tempos atrás eles mesmos comercializavam vários tipos de atrações no parque e obtiveram algum lucro, no entanto, haviam desistido e estavam tentando retornar às origens. E vieram os investidores e suas malas cheias de dólares...

" O que o Grand Canyon mais precisa é um lugar para contemplação, sossego e recreação" disse o diretor do Centro de Diversidade Biolágica do Arizona, um grupo da área ambiental sediado no Arizona. "A Skywalk é parte de um processo que está transformando o canyon num playground comercial" completou ele.

Apesar do desenvolvimento ser benéfico para os indígenas, é necessário que não exagerem e com isso venham a se perder, a se deixar assimilar e terminem por enterrar de vez toda a beleza de sua cultura.

Será que esse é o preço que terão que pagar? Será que vale a pena o risco? Será que havia mesmo necessidade de mais uma atração turística por lá? Perguntas soltas no ar...

beijos,

Tina

ET: O vídeo tem uma linda canção indígena como tema, vale a pena ouvir.

Monday, April 23, 2007

Manhã

Monday, April 23, 2007 24
"A cada manhã, na África, uma gazela desperta. Sabe que deve correr mais rápido que o leão mais veloz: caso contrário, será morta.

A cada manhã um leão desperta. Sabe que deve superar a gazela mais lenta: do contrário morrerá de fome.

Não importa se somos uma gazela ou um leão: quando o sol sair, mais nos vale estar correndo."

(A. Magrath)


O importante é a ação, não o resultado da ação - alguém já disse um dia - certo? Então vamos lá porque é hoje é segunda feira!


beijos e boa semana a todos!


Tina

The End.


Tudo na vida tem começo e fim.


A gente só tem que saber quando e como.


Chegou.


Gostaria de continuar,


mas forças faltam,

mesmo quando a


motivação é plena,


faz falta a pena.


E eu vou, sentida:

eu juro!


mas vou serena.


Sabem por que?


VALEU A PENA !


quem sabe um dia volte


mais amena.

Afinal:

Tudo sempre vale, quando a alma não é pequena.


beijos e até...


Tina

Friday, April 20, 2007

Além do que se vê...

Friday, April 20, 2007 24
"Não é justo e nem acertado que se cumpra a vontade daquele que manda o que ultrapassa o razoável..."

O que eu vejo "além" nesta foto?

Eu vejo determinação, eu vejo garra, eu vejo esperança, eu vejo que por pior que a situação possa parecer, sempre haverá um caminho, sempre haverá uma saída. O importante é seguir em frente. " Where there is a will, there is a way..."


E você, o que vê ?


Este post faz parte do post comunitário chamado pela Micha e a idéia foi da Faith. Lá vocês encontram os participantes e podem se juntar a nós. A idéia era postar uma foto ou quadro e dizer o que você vê nela - além do que se vê. Deixe seu comentário me dizendo o que você viu, combinado?

beijos e bom fim de semana a todos,

Tina

Foto by Rafael Andrade em Olhares.com

Wednesday, April 18, 2007

Genialidade

Wednesday, April 18, 2007 24

" A imaginação é mais importante que o conhecimento." Einstein

Em 18 de abril de 1955, há exatos 52 anos, morria em decorrência de um aneurisma , um dos maiores gênios que a humanidade tem notícia: Albert Einstein. Nascido na cidade de Ulm na Alemanha em 14 de março de 1879, Einstein era físico, matemático e revolucionou a ciência com a Teoria da Relatividade, além de ter deixado importante contribuição em diversas outras áreas . Foi eleito em 1999 pela revista Time como o "Homem do Século".

Estudou na Alemanha e posteriormente na Suiça, tendo inclusive adotado cidadania que conservou por toda a vida. Casou-se 2 vezes e teve 3 filhos com a primeira esposa, dos quais apenas o mais velho se destacou como professor na Universidade da Califórnia. A filha morreu ainda bebê e o mais novo, que era formado em Música e Filosofia, passou os últimos anos da vida internado em um hospital psiquiátrico na Suiça.

Mudou-se para os Estados Unidos em 1933 fugindo do nazismo que emergia na Europa - teve todos os seus bens confiscados por Hitler - e nunca mais voltou. Naturalizou-se americano em 1940 e durante anos lecionou nos Institute for Advanced Study em Princeton, New Jersey onde viveu até o fim de seus dias.


Curiosamente, Einstein não recebeu o Premio Nobel na primeira vez que foi indicado em 1910 e nem nas 7 outras indicações que se seguiram : os membros da Academia Sueca tinham receio que algum dia fosse comprovado que a Teoria da Relatividade não era válida! Foi finalmente premiado em 1921 não pela Teoria mas pelo trabalho sobre o efeito Fotoelétrico !

Einstein também era músico, tocava violino e piano com maestria , chegando até a compor. Quando não estava trabalhando, gostava de navegar ou caminhar pelas montanhas. Ele adorava a solidão. Antes de morrer fez questão de doar seu cérebro para estudo. Sorte nossa, não?

beijos e boa 4ª feira a todos!

Tina

Fonte: Net, Time (tradução livre)

Monday, April 16, 2007

Divagando...

Monday, April 16, 2007 16

"Para alcançar o máximo da capacitação são necessários três passos vitais:
não pensar em glória pessoal, esquecer do que é capaz de realizar e concentrar-se em sua habilidade deixando de lado coisas sem importância."

(Chuang-Tsé)


Para começar bem a semana.


beijos,


Tina

Friday, April 13, 2007

Nosso tempo

Friday, April 13, 2007 19
by Vicent Van Gogh

Nós bebemos demais, fumamos demais,
gastamos sem critérios, dirigimos rápido demais.

Ficamos acordados até muito mais tarde,
acordamos muito cansados, lemos muito pouco,
assistimos televisão demais e oramos raramente.

Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores.
Nós falamos demais, amamos raramente, odiamos freqüentemente.

Aprendemos a sobreviver, mas não a viver.
Adicionamos anos a nossa vida e não vida aos nossos anos.

Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade
em cruzar a rua e encontrar um novo vizinho.

Conquistamos o espaço, mas não o nosso próprio.
Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores.
Limpamos o ar, mas poluímos a alma.

Dominamos o átomo, mas não nosso preconceito.
Escrevemos mais, mas aprendemos menos.
Planejamos mais, mas realizamos menos.
Aprendemos a nos apressar e não a esperar.

Construímos mais computadores para armazenar mais informação,
produzir mais cópias do que nunca, mas nos comunicamos menos.

Estamos na era do "fast-food" e da digestão lenta;
do homem grande de caráter pequeno;
de lucros acentuados e relações vazias.

Esta é a era de dois empregos, vários divórcios,
casas chiques e lares despedaçados.

Esta é a era das viagens rápidas, fraldas e moral descartáveis,
das rapidinhas, dos cérebros ocos e das pílulas "mágicas".

Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na dispensa.

Lembre-se de passar tempo com as pessoas que você ama,

pois elas não estarão por aqui para sempre.

Por isto, valorize o que você tem e as pessoas que estão ao seu lado.

(George Carlin)


Recebi por e-mail e achei que valia postar e pensar: é uma dura verdade, é realidade. Mas não devia.

beijos e bom fim de semana a todos!

Tina

Wednesday, April 11, 2007

Virou notícia!

Wednesday, April 11, 2007 16

"David Brown, um jovem inglês de 24 anos, acordou certo dia intrigado com o sonho que tivera na noite anterior: havia sonhado com um número de telefone totalmente desconhecido para ele, mas que se repetia insistentemente durante o sonho. Comentou com os amigos com os quais havia saído para se divertir um dia antes , para ver se alguém se lembrava de algo relacionado com o número, mas ninguém se lembrou de nada.

Ele resolveu então mandar uma mensagem de texto para o tal número (se morasse no Brasil provavelmente iria jogar no bicho...rs) perguntando:"Por acaso nós nos encontramos ontem à noite?"

Quem recebeu a mensagem foi Michele Kitson, uma jovem londrina de 22 anos, que ficou meio confusa e intrigada no início, mas decidiu responder a mensagem. Desse dia em diante, eles começaram a trocar mensagens, telefonemas e finalmente se encontraram.

A mãe da noiva, como "boa sogra" (rs) vivia alertando a filha, com frases do tipo: "Cuidado, ele pode ser aquele assassino do machado"... mas a moça não deu ouvidos, conforme declarou recentemente em entrevista ao Daily Mail de Londres:

"Eu sabia que havia algo de especial naquelas mensagens..." Já o noivo, disse ao mesmo jornal: "Eu não sei como é que o número dela apareceu na minha cabeça - apesar de ser apenas alguns dígitos diferente do meu - o que importa é que eu fiquei totalmente apaixonado..."

Se apaixonaram realmente, namoraram por um bom tempo e acabam de se casar, prometendo amor e fidelidade até que a morte os separe. E foram passar a lua de mel num resort na India."

(Fonte: Reuters - tradução livre)

Quando tem que ser, quando está escrito, não adianta tentar evitar: até em sonho aparece.

beijos,

Tina


Update: Como o blogspot não tem divisão por tópicos, resolvi inaugurar mais um além do Divagando. Agora tem também o Virou Notícia. Acho que diversifica um pouco. Vamos ver no que dá.

Monday, April 09, 2007

Divagando...

Monday, April 09, 2007 11

"O amor é um sentimento
que está acima
de todos os demais;
uma força natural à qual
ninguém pode resistir.
É assim como um trovão,
a maré mais alta,
uma catarata,
a tempestade..."

A. Strinberg



Sabemos tudo e nada do amor. Sabemos amor, vivemos amor...


beijos e boa semana !


Tina

Saturday, April 07, 2007

Páscoa !

Saturday, April 07, 2007 7
"Cristo ressurge para nos mostrar que o viver não tem limites
e a morte é apenas a porta que nos conduz à Sua essência."

É Páscoa: tempo de esperança e ação. Tempo para começar uma vida nova, na certeza de que, nas mãos de Deus tudo é possível.


Desejo a todos um tempo tranquilo, um recomeçar de luz.

Feliz Páscoa !!!

beijos,

Tina

(*) Este post faz parte da blogagem coletiva chamada pela Poliane. Vejam os participantes .

Friday, April 06, 2007

Divagando...

Friday, April 06, 2007 4


"O destino não consiste naquilo que temos vontade de fazer;
mas se reconhece e mostra seu claro e rigoroso
perfil na consciência de termos que fazer
o que não temos vontade de fazer."

(Ortega y Gasset - 1883-1955)



Para pensar no dia de hoje.


beijos,


Tina

Wednesday, April 04, 2007

Número 9

Wednesday, April 04, 2007 14
Todo mundo tem um número na vida: seja por escolha, seja por imposição: goste ou não. Tem números que entram na vida da gente sem a gente pedir ou querer: não dá para escolher o número da Carteira de Identidade ou do CPF por exemplo. Por outro lado, tem números que teimam em se apresentar repetidamente na nossa vida, a gente querendo ou não: aparecem nas senhas, nos registros, na fila de espera, no transito, no telefone, no talão de cheques, nas placas, em casa, no trabalho, em qualquer lugar.

Respondendo à pergunta da Mônica, vou contar: O meu número é o 9, já faz bastante tempo. Não me lembro exatamente quando começou a “saga”, mas sei que um dia comecei a olhar a minha volta e até mesmo olhar para trás e descobri uma série de 9s em minha vida. Vale ressaltar aqui, que considero todas as combinações que resultem na dezena 9 e não apenas o algarismo em si.

Vejam alguns exemplos: nasci num ano 9, voltei para SP num ano 9, casei no dia 9 num ano 9. A soma dos algarismos da minha carteira de trabalho dá 9, a senha que o banco me mandou escolhida por computador dá 9... e por aí afora. Surperstição? Coincidência (existe?) Pode até ser, mas funciona para mim, e em time que está ganhando...

Abaixo transcrevo um trecho que fala sobre a Magia do número 9:

A MAGIA DO 9

“ O número 9 – Enêada – é o primeiro quadrado de um número ímpar. Os pitagóricos costumavam dizer que é como o Oceano, fluindo em torno dos outros números dentro da década; igual ao horizonte, porque limita todos os números.

Interessante o fato de a Enêada ser como um emblema da matéria, que, sempre variável, nunca é destruída. Assim, o número 9 quando multiplicado por qualquer número sempre se reproduz.

A carta-arcano 9, do Tarô – “O Ermitão” – mostra a figura de um velho, envolvido em capa e capuz, com um bordão na mão esquerda e um lampião aceso na mão direita. Muitas são as interpretações dadas à figura desta carta. Mas a mais clara e simples parece ser a que diz que o arcano 9 representa aquele que encontrou a Luz e a carrega para iluminar o Caminho, não só para si, mas para todos.

Assim, o 9 é uma vibração de universalismo, de doação, de entrega. Simboliza o professor, o mestre, aquele que já passou por todos os estágios – representados pelos números primários, de 1 a 9 – e descobriu que a sabedoria consiste em ensinar e não em reter o conhecimento para si, de maneira egoísta.”

O 9 virou um talismã para mim: sempre dá certo. Obvio que o pensamento positivo e as ações contribuem - e muito - para tal sucesso. Mas sempre que posso escolher alguma coisa em matéria de número, adivinhem qual a opção? Há dois anos atrás, troquei de carro e disse para a moça da revendedora: "Só tiro o carro daqui se vier com uma placa que dê 9 e que termine em 5 ou 6 (para manter o meu dia de rodízio paulistano...rs). Consegui! A placa do carro é 0306 !


E quando 2007 estava por começar eu dizia: este ano vai ser “the best” podem acreditar. E está sendo, devagar e sempre, em uma infinidade de coisas. Adivinhem quem vai chegar na minha vida neste ano 9, justamente no mês 9 ? Tenho ou não razão de gostar? (rs) Resposta no post Vida Minha.

Eu poderia escrever um tratado sobre o 9 e suas influências, mas vou poupá-los.

Curiosidade:

"O número místico - 142857"

Todos os algarismos aparecem no resultado, se for multiplicado por 2, 3, 4, 5 e 6:

142857 x 2 = 285714

142857 x 3 = 428571

142857 x 4 = 571428

142857 x 5 = 714285

142857 x 6= 857142

Além disso, se for multiplicado por 7, o resultado será 999999!


9 beijos,

Tina

Monday, April 02, 2007

DNA Visual

Monday, April 02, 2007 17

Achei um site interessante na Net chamado DNA Visual: a gente cria um perfil através da escolha de algumas fotos e depois pode postar no blog ou então guardar para se lembrar mais tarde. O meu DNA Visual ficou assim:



Depois de escolhidas as fotos ele cria um resumo e dá alguns traços da sua personalidade, baseados nas escolhas feitas. O endereço é www.imagini.net e é em Inglês, mas é bem fácil.

Eu nem tentei colocar no "corpo" do blog: vai que dá tudo errado e depois eu ia ter que ficar horas consertando. Meu tempo anda curto para postagens infelizmente, não posso ficar me arriscando, certo?

Agora se vocês quiserem passar horas se divertindo e/ou descobrindo coisas na Net, visitem o blog dela, é uma delícia. Tem muita coisa legal e chama-se Favoritos. Essa menina descobre cada coisa que não dá para acreditar. Passem por lá e depois me contem o que acharam.

Divirtam-se, postem os resultados: quem sabe a gente tem um DNA parecido? rs

beijos e boa semana !

Tina
 
luzdeluma st © Code is Pocket