Sunday, July 26, 2009

Mundo Novo

Sunday, July 26, 2009

" Experiência não é o que acontece ao homem;
Experiência é o que o HOMEM faz com o que acontece com ele..."


"Em 26 de julho de 1894 nascia na cidade de Goldaming, na Inglaterra, um dos maiores escritores que o mundo já viu. Conhecido pelo seu conhecimento e erudição admiráveis, Aldous Huxley foi romancista, ensaísta filosófico e literário, poeta, teatrólogo e responsável por algumas das melhores obras da literatura de ficção. Era filho de Leonard Huxley , poeta e escritor de biografias.

Vindo de uma família de cientistas, seu avô Thomas Huxley era zoólogo e médico e seu irmão Julian Huxley se tornou um renomado biólogo. Aldous Huxley começou a trabalhar com pesquisa científica até que uma doença nos olhos o acometeu aos dezesseis anos, dois anos após a morte de sua mãe, e o deixou totalmente cego por dezoito meses. Neste período Huxley aprendeu braile e deu continuidade aos estudos passando pelo Eton College, depois no Balliol.

Impedido de prosseguir na carreira de cientista, porém tendo recuperado parcialmente a visão, Huxley começa a se dedicar a literatura e acaba se formando em Oxford, em Língua Inglesa em 1915.

A obra-prima de Huxley, "Brave New World" (Admirável Mundo Novo), foi escrita durante quatro meses no ano de 1931. Os temas nela abordados remontam grande parte de suas preocupações ideológicas como a liberdade individual em detrimento ao autoritarismo do Estado.

No ano de 1937 Aldous Huxley mudou-se para Los Angeles, e em 1938, no auge da sua carreira, chegou a Hollywood, como um de seus mais bem remunerados roteiristas. Nessa fase, escreveu romances como "Também o cisne morre" (1939), "O Tempo pode parar" (1944), "O macaco e a essência" (1948).

O cinema para Huxley foi uma aventura tão fascinante quanto suas descobertas e experiências com a mescalina, narradas em "As portas da percepção" (The Doors of Perception), de 1954, livro que influenciou em muito a cultura hippie que florescia, dando nome por exemplo a banda The Doors, pois tais relatos com a droga indigena se assemelham em muito com o LSD que estava em ascensão. Dois anos depois, viúvo, casou-se novamente e publicou "Entre o céu e o inferno".

Huxley viajou ainda pela América Central e em 1958 visitou o Brasil, tendo conhecido os índios do Xingu e as favelas do Rio de Janeiro. Em 1959, foi agraciado pela Academia Americana de Artes e Letras com um prêmio por seus romances. Tal premiação era concedida a cada cinco anos e havia sido entregue anteriormente a Ernest Hemingway, Thomas Mann e Theodore Dreiser.

Huxley permaneceu quase cego por toda a sua vida. Sua esposa, Maria Huxley, faleceu em 1955. Um ano mais tarde, Huxley casou-se com Laura Archera.



Aldous Huxley morreu em 22 de Novembro de 1963 na sua pequena casa de Los Angeles. Morreu no mesmo dia em que assassinaram John Fitzerald Kennedy - JKF. Triste coincidência ( se é que existe tal coisa...)

Huxley produziu um total de 47 livros ao longo de sua vida. O crítico britânico Anthony Burgess uma vez afirmou que Huxley fora o pioneiro do "romance cerebral". No entanto, outras correntes de críticos classificaram Huxley como um ensaísta, ao invés de romancista, pois suas obras eram conduzidas mais apoiadas sobre suas idéias do que o desenrolar de personagens ou contextos de histórias."(texto traduzido e adaptado da net)


A frase lá acima é dele. E eu assino embaixo. Aldous Huxley - foi um grande visionário na minha opinião.


Viver é experenciar e por que não - Viver a cada dia, um "admirável mundo novo." ?



beijos e boa semana a todos,

Tina

22 comments:

  1. Tina menina, também assino embaixo da frase de Aldous Huxley.
    Seus romances são ótimos e nos fazem viajar de verdade, ele é fantástico! Obrigada pela oportunidade de ler um pouco de Huxley por aqui :)
    Beijos menina boa semana

    ReplyDelete
  2. Viver a cada dia é um mundo novo porém nem sempre admirável...
    Gostei de ler bastante sobre Huxley que eu pouco conhecia :(

    Meu carinho procê ENORME!
    beijos de boa semana
    loviú manamada

    ReplyDelete
  3. Tina, obrigado pelo carinho e solidariedade. Sim estamos bem...memórias, lembranças e experiências compartilhadas ficam eternamente em nossos corações. Grato por visitar-me!!

    A biografia de Huxley é fascinante e sua obra mais ainda...faço parte dessa geração, que recebeu as influências dele....Gostei de ler!!
    CAda amanhecer um novo dia com infinitas possibilidade!!!

    Boa semana, querida amiga!!
    Forte abraço,

    Aloha!!
    Hod.

    ReplyDelete
  4. Fiquei curioso sobre as obras dele,Tina. Confesso que não o conheço.

    Beijos e uma otima semana!

    ReplyDelete
  5. É sempre bom trazermos à lembrança nomes que marcaram e marcam nossas vidas.
    Cadinho RoCo

    ReplyDelete
  6. Obrigada qrda, a lua está crescendo, eu melhoro, ou fico mais nostálgica? bjão
    como Huxley era bonito, só conhecia foto dele velho:)

    ReplyDelete
  7. Aloha Tina, querida amiga!!

    Amanhã 28.7 vou dar um Upgrade na minha idade. Vou acrescer mais 1 Terabyte de Pura Vida em minha idade. Combustível suficiente para estar aqui com vc nos próximos 365 dias..

    Muitas bençãos para vc e para todos os amigos que participam de suas maravilhosas luas..

    Aloha!!
    Hod.

    ReplyDelete
  8. Belo post Tina.
    Qto ao filme, é só ficar de olho pq sempre reprisa.
    Big Beijos

    ReplyDelete
  9. Olá minha querida
    adorei o texto, conhecer um pouco mais sobre a vida desse grande escritor.
    Não sabia sibe a parte de roterista vou pesquisar um pouco mais para saberque filmes ele colaborou no roteiro.
    beijos

    ReplyDelete
  10. As vezes é dificil viver os dias mesmo sem limitações... e lendo isso percebe se que pessoas fazem das limitações poderosos trampolins...

    Beijo

    ReplyDelete
  11. Oi, Tina.
    Obrigado por essa postagem tão interessante. Conheço livros de A. Huxley, mas desconhecia detalhes de sua vida. Gostei!
    Abração.

    ReplyDelete
  12. Huxley foi um dos autores que mais li em minha adolescência. E o mais interessante é que sua visão do futuro não é muito diferente do que estamos vivendo hoje...
    Ótima dica.

    ReplyDelete
  13. Tina

    Ainda nao li Huxley, achei barbaro seu post.

    Amo biografias, e valeu pela dica e enriquecimento.

    Beijinhos

    ReplyDelete
  14. Tina, já sabia algo sobre o livro.Mas nao sobre o autor.Que diga-se de passagem é bem interessante...tanto quanto a sua olbra.bjs e dias felizes

    ReplyDelete
  15. confesso nunca ter lido nada dele..mas amei a frase. perfeita!!!


    /(,")\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_................

    ReplyDelete
  16. Admiro o livro. Obrigado pela biografia do escritor. :) Bom resto de semana, amiga!

    ReplyDelete
  17. Tina, ele marcou uma época e que coisa ele se casou 3 vezes?

    Um abraco

    ReplyDelete
  18. Puxa, Tina... Não sabia essas coisas sobre o Huxley...
    Admirável Mundo Novo é um dos livros mais importantes do Século XX. É para se ler e reler e depois ainda pegar o filme.
    Outra coisa: que foto maravilhosa! Que extrema felicidade a do fotógrafo! O voo das aves faz uma cara feliz no céu. Não me canso de admirar esta foto...
    Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

    ReplyDelete
  19. Já de volta
    Cadinho RoCo

    ReplyDelete
  20. Vê Tina!? Deus dá olhos à quem não quer enxergar! Aldous Huxley era um quase cego que olhava as mínimas coisas, talvez pelo medo de não mais enxergar. Era um ensaísta mas também um romancista, mesclava muito bem os dois gêneros. Pena que os livros todos não foram reeditados e agora somente colecionadores têm acesso.

    Veja esse texto:

    "Estava eu sentado, perto do mar, a ouvir com pouca atenção um amigo meu que falava arrebatadamente de um assunto qualquer, que me era apenas fastidioso. Sem ter consciência disso, pus-me a olhar para uma pequena quantidade de areia que entretanto apanhara com a mão; de súbito vi a beleza requintada de cada um daqueles pequenos grãos; apercebia-me de que cada pequena partícula, em vez de ser desinteressante, era feito de acordo com um padrão geométrico perfeito, com ângulos bem definidos, cada um deles dardejando uma luz intensa; cada um daqueles pequenos cristais tinha o brilho de um arco-íris... Os raios atravessavam-se uns aos outros, constituindo pequenos padrões, duma beleza tal que me deixava sem respiração... Foi então que, subitamente, a minha consciência como que se iluminou por dentro e percebi, duma forma viva, que todo o universo é feito de partículas de material, partículas que por mais desinteressantes ou desprovidas de vida que possam parecer, nunca deixam de estar carregadas daquela beleza intensa e vital. Durante um segundo ou dois, o mundo pareceu-me uma chama de glória. E uma vez extinta essa chama, ficou-me qualquer coisa que junca mais esqueci que me faz pensar constantemente na beleza que encerra cada um dos mais ínfimos fragmentos de matéria à nossa volta" Aldous Huxley

    Bom fim de semana! Beijus,

    ReplyDelete
  21. Aloha Tina querida amiga!!!

    Recebê-la em dia tão festivo que foi meu niver, foi uma bênção!!! Obrigado pelo carinho que imprimistes em minha atmosferas...tudo ficou mais colorido.....volte sempre amiga, e que seus desejos a mim realizem-s dia após dia....Aloha Tina!!

    Bjus!!
    Hod.

    ReplyDelete
  22. Nunca li nada desse famoso autor !
    Um beijo pra você, TINA !
    Jôka P.

    ReplyDelete

Obrigada pela sua visita!

 
luzdeluma st © Code is Pocket