Wednesday, July 09, 2008

9 de Julho

Wednesday, July 09, 2008

" Em 1930, uma revolução derrubava o governo dos grandes latifundiários de Minas Gerais e São Paulo. Getúlio Vargas assumia a presidência do Brasil em caráter provisório, mas com amplos poderes. Todas as instituições legislativas foram abolidas, desde o Congresso Nacional até as Câmaras Municipais. Os governadores dos Estados foram depostos. Para suas funções , Vargas nomeou interventores.

A política centralizadora de Vargas desagrada as oligarquias estaduais, especialmente as de São Paulo. As elites políticas, do Estado economicamente mais importante, sentem-se prejudicadas. E os liberais reivindicam a realização de eleições e o fim do governo provisório. O governo Vargas reconhece oficialmente os sindicatos dos operários, legaliza o Partido Comunista e apóia um aumento no salário dos trabalhadores.

Estas medidas irritam ainda mais as elites paulistas. Em 1932, uma greve mobiliza 200 mil trabalhadores no Estado. Preocupados, empresários e latifundiários de São Paulo se unem contra Vargas.

O estopim da revolução acontece no dia 23 de maio quando é realizado um comício reivindicando uma nova constituição para o Brasil. O comício termina em conflitos armados. Quatro estudantes morrem: Martins, Miragaia, Dráuzio e Camargo. A revolução entretanto, só será irrompida em 9 de julho de 1932.

As iniciais de seus nomes formam a sigla MMDC, que se transforma no grande símbolo da revolução. E em julho, explode a revolta. As tropas rebeldes se espalham pela cidade de São Paulo e ocupam as ruas. A imprensa paulista defende a causa dos revoltosos. No rádio, o entusiasmo de Cesar Ladeira faz dele o locutor oficial da Revolução Constitucionalista. Uma intensa campanha de mobilização é acionada.

Quando se inicia o levante, uma muldidão sai às ruas em seu apoio. Tropas paulistas são enviadas para os fronts em todo o Estado. Mas as tropas federais são mais numerosas e bem equipadas. Aviões são usados para bombardear cidades do interior paulista. E mais de 35 mil homens de São Paulo enfrentam um contingente de 100 mil soldados. Os revoltosos esperavam a adesão de outros Estados, o que não aconteceu.

Photo

Em outubro de 32, após três meses de luta, os paulistas se rendem. Prisões, cassações e deportações se seguem à capitulação. Estatísticas oficiais apontam 830 mortos. Estima-se que centenas a mais de pessoas morreram sem constar dos registros oficiais. A Revolução Constitucionalista de 1932, foi o maior confronto militar no Brasil no século XX. Apesar da derrota paulista em sua luta por uma constituição, dois anos depois da revolução, em 1934, uma assembéia eleita pelo povo promulga a nova Carta Magna." (fonte)

O monumento acima, também conhecido como "Obelisco" - por ser parecido com o obelisco egípcio, é uma homenagem aos combatentes da revolução de 32. Ele está localizado ao lado do Parque Ibirapuera, tem 72 metros de altura e esculturas em todas as faces. Foi projetado por Galileu Emendabile e inaugurado em 9 de julho de 1955.

E, como vocês bem devem saber, hoje é feriado aqui em São Paulo, e eu vou lá curtir.

beijos e boa 4 feira a todos.

Tina

17 comments:

  1. Fascinante texto histórico...


    Doce beijo

    ReplyDelete
  2. Quando eu for à Sampa, vou procurar esse monumento.
    bjs, e lindo feriado pra ti

    ReplyDelete
  3. olá minha querida
    tudo bem com vc
    sabe eu tb falei no meu post da revolução de 32.
    eu digo q se SP tivesse vencindo a revolução hoje moraríamos num dos países mais rico e desenvolvido do mundo e não no estado mais rico da União q é sugado ao extremo.
    beijos

    ReplyDelete
  4. A evolução, às avessas, nos fez - a nós Paulistas - um povo roto e carcomido.

    O MMDC hoje seria Maricas, Molengas, Dondocas e Corruptos; nada mais.

    SDS.

    ReplyDelete
  5. Bacanerrimo seu post amiga.
    Big Beijos

    ReplyDelete
  6. Anonymous6:46 PM

    Pois é Tina .. quanto atraso a era Getulista nos trouxe .. quem me dera agora pudéssemos agora construir um obelisco igual ao de vcs em Brasília .. pondo um fim a famigerada era Lulista .. rsrsrs .. um grande abraço do amigo carioca .. guto leite.
    Obs: Aproveito tbm pra agradecer a sua simpática visita
    www.chutandoobardi.blogger.com.br

    ReplyDelete
  7. Então espero q tenha curtido!
    Bjokas

    ReplyDelete
  8. Tina, esse deveria ser um feriado nacional. Acontecimentos que influenciaram a trajetória do país todo. Beijus

    ReplyDelete
  9. Muito bom! Incrível como não aprendi nada a respeito na escola...

    ReplyDelete
  10. essencial a visita permanente à História, a nossa em particular, para compreendermos melhor o Brasil. abraços.

    ReplyDelete
  11. As elites paulistas desde que contrariadas defenestram presidentes dando-lhe nome de corruptos mas se não são contrariadas não defenestram corruptos mas lhe dão nomes de honestos.

    ReplyDelete
  12. Engraçado que ontem,muita gente que não mora em SP nem sabia disto tudo.
    Valeu as info,TINA.
    Beijos!!

    ReplyDelete
  13. Não sei quem escreveu aquilo lá no topo dos comentários, mas percebe-se que não era presente nas aulas de História. Getúlio pode não ter sido uma maravilha, mas atrelá-lo a "atraso" é muito. Atraso nos trouxe Itamar Franco, Collor, Sarney e outros, que não vou relacionar aqui pra não causar dores uterinas em Anônimos...

    Beijos.

    ReplyDelete
  14. Meu pai contava que em 1932 foi convocado pelo exército paulista (em Campinas). Chegou no quartel exatamente na hora que as tropas legalistas atacaram!
    Foi uma correria só e ele acabou, junto com outra meia dúzia de "voluntários", sózinho no pátio do quartel!!!
    Logo depois as tropas constitucionalistas daquele front se renderam.
    Imagina só a confusão!!!
    A história da revolução de 32 é pouco conhecida fora de São Paulo, mas significou um grito contra a ditadura do Estado Novo.
    A propósito, meu pai detestava Getúlio Vargas!!!
    Um beijão.

    ReplyDelete
  15. Muito legal, Tina.
    E os aviões usados para bombardear paulistas acabaram causando, de certa forma, a morte de um grande homem; Santos-Dumont. Ele que já andava depressivo, quando soube que o invento dele estava sendo usado para matar, caiu de vez na depressão e se matou em Santos. Boa postagem. Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

    ReplyDelete
  16. Oi querida, que bom q gostou. Então nos falaremos ainda muitas vezes, pq já até coloquei vc no meu rss.
    beijos! lindo dia pra ti!

    ReplyDelete
  17. Oi minha amiga das mil luas...
    Deixei um presentinho pra você lá no Flainando na Web.
    Quando puder, passa lá pra buscar.
    Beijão e um ótimo domingo!

    ReplyDelete

Obrigada pela sua visita!

 
luzdeluma st © Code is Pocket