Tuesday, September 16, 2008

Divagando...

Tuesday, September 16, 2008

"Creio que aqueles que mais entendem de felicidade são
as borboletas e as bolhas de sabão...
Ver girar essas pequenas almas leves, loucas,
graciosas e que se movem é o que,
de mim, arrancam lágrimas e canções.
Eu só poderia acreditar em um Deus que soubesse dançar.
E quando vi meu demônio, pareceu-me sério,
grave, profundo, solene.
Era o espírito da gravidade. ele é que faz cair todas as coisas.
Não é com ira, mas com riso que se mata. Coragem!
Vamos matar o espírito da gravidade!
Eu aprendi a andar.
Desde então, passei por mim a correr.
Eu aprendi a voar. Desde então, não quero que me empurrem
para mudar de lugar.
Agora sou leve, agora vôo, agora vejo por baixo de mim mesmo,
agora um Deus dança em mim!"
(Nietszche)



Eu também acredito. e aprendi. e não preciso que me empurrem: eu vôo, eu vou!

beijos, ótimo dia!

Tina

29 comments:

  1. meu deeeeeeeeeeeeos, que trecho é esse, moça?

    eu conhecia fragmentos desse trecho, mas nunca tinha lido ele completamente.

    amei, amei, amei, uma verdadeira poesia.

    beijocas e boa semana

    MM.

    >>> tem surpresinha no canteiro, depois passe lá

    ReplyDelete
  2. ah, pode me mandar esse trecho, bela?

    beijocas

    MM.

    ReplyDelete
  3. Sera que um dia eu aprendo,TINA.
    Tem curso??

    rssss

    Beijos!!

    ReplyDelete
  4. Você e suas singularidades. Sempre fico com aquele sorriso bobo e encantado quando venho aqui. Que bom que é assim, não é mesmo? Adorei o trecho "Creio que aqueles que mais entendem de felicidade são as borboletas e as bolhas de sabão..." embora o texto todo seja divino.

    Abraços meus e desejo de uma semana agradável a sua gentil alma.

    ReplyDelete
  5. Se me empurram eu meto a mão. rsrs Não me toca que eu não sou político em época de eleição...

    ReplyDelete
  6. Voaste nas palavras de forma...brilhante...


    Doce beijo

    ReplyDelete
  7. Sempre encontro aqui muito material para uma boa reflexao, Tina. Obrigado.

    ReplyDelete
  8. Lindo...
    E tb não quero que me empurrem, só que me amparem...
    Beijocas

    ReplyDelete
  9. Tina, vezes por fim fico lendo seus textos e divagando...
    SEMPRE ENCONTRO RESPOSTAS PARA OS MEUS INÚMEROS PENSAMENTOS.
    BJS E DIAS FELIZES

    ReplyDelete
  10. Vôos... lugares onde se retempera a nossa alma. Belo trecho, amiga! Obrigado e boa semana. :)

    ReplyDelete
  11. Ai Tina

    Gostaria de estar leve como estas bolhinhas de sabao.

    Lindo post e foto.

    Tina, ando tao maluca com a correria, marido operou o tendao de aquiles, ta la deitado de pe para cima, tirou os pontos hoje, esta bem, quase, nao tenho visitado os blogs queridos, mas assim que normalizar (espero em breve), volto a rotina de visitar meus amigos queridos.

    Beijinhos

    ReplyDelete
  12. nietzsche é vital.
    bjo.

    ReplyDelete
  13. Quem é que anda te empurrando?

    É verdade, há dias que sinto que há uma mao me empurrando. Outras me forcando a tomar certas decisoes, outras me ajudando a andar já que estou andando devagar.

    Boa semana

    ReplyDelete
  14. Tina querida, lendo palavras tão bonitas, fiquei pensando.
    Acho que também sei voar, não quero que me empurrem.
    Beijos meu bem.

    ReplyDelete
  15. eu estou em plena queda livre!

    beijo

    ReplyDelete
  16. Tina, sua sensibilidade é tocante minha querida. Beijocas

    ReplyDelete
  17. Eu ainda preciso aprender a voar...
    =/

    Beijos e Boa semana!

    ReplyDelete
  18. Pois é, também não preciso que me empurrem, eu vôo sozinha.

    Que lindo tudo isso Tinavózinha, amei!

    lindo dia queridamiga
    beijos de loviú

    ReplyDelete
  19. Se me empurrar, eu caio!

    ReplyDelete
  20. Tina,
    adoro Nietszche... Para mim foi uma pessoa ímpar, daquelas que escreveram o que queriam... Gosto disso!
    beijos

    ReplyDelete
  21. ahhhhhhhh, deu uma vontade de virar uma bolha de sabão agora...

    ReplyDelete
  22. cameliadepedra.blogspot.com9:14 PM

    COmo uma borboleta ou como uma bolinha de sabão? Uma vai leve sabendo onde ir, a outra vai ao sabor do vento. Tanto faz, as duas sao leves e lindas, como a vida poderia ser. Eu sei que voce consegue Tina, eu venho aqui- no teu oraculo- para aprender.
    Beijos,
    Cam

    ReplyDelete
  23. Adoro a sensibilidade e lirismo que sempre encontro por aqui.
    Bjos querida!

    ReplyDelete
  24. nossa... amei muito esse texto... de que livro dele é?
    Adoro Nietzche, ele tem frases e sacadas sublimes. Tem coisas que não tanto, mas tem outras que são perfeitas!

    bjs flor... linda semana!

    ReplyDelete
  25. Adorei o texto, outrra dele que eu adoro é essa: "Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar"
    Adorei seu blog

    ReplyDelete
  26. nietszche na veia em doses regulares ajuda muito!
    bj, Tina!!!

    ReplyDelete
  27. lindo demais... o texto e a foto..ameiiiiiiiiii


    /(,")\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_.................

    ReplyDelete
  28. Oi, Tina!
    Deixei um presente para você lá bo meu blog.
    Beijão

    ReplyDelete
  29. Lindo!!!!!
    Seu cantinho é muito aconchegante!!!
    Amei!!!!
    Estou linkando para visitar sempre!!!!!!!!!
    Bjoooss

    ReplyDelete

Obrigada pela sua visita!

 
luzdeluma st © Code is Pocket