Thursday, December 07, 2006

Desejo & Dificuldade

Thursday, December 07, 2006

"Não há argumento que não tenha um contrário, diz o mais sábio partido dos filósofos. Há pouco estava a remoer estas belas palavras que um antigo menciona sobre o menosprezo à vida:


"O único bem que nos pode trazer prazer é aquele para cuja perda estamos preparados".


O sofrimento pela perda de uma coisa e pelo temor de perdê-la é o mesmo disse Séneca; querendo estabelecer com isso que o fluir da vida não nos pode ser realmente agradável se estivermos a temer perdê-la.

Entretanto se poderia dizer, pelo contrário, que seguramos e abraçamos esse bem tanto mais estreitamente e com mais afeição quanto menos seguro o vemos ser-nos e quanto mais tememos que nos seja tirado.

Pois sentimos com clareza, assim como o fogo se atiça em presença do frio, que a nossa vontade também se aguça com a oposição: e que não há nada naturalmente tão contrário ao nosso gosto do que a saciedade que vem da facilidade, e tampouco nada que o aguce tanto como a raridade e a dificuldade."

"Em todas as coisas o prazer aumenta com o perigo que nos deveria afastar delas (Séneca). "

Michel de Montaigne, em 'Ensaios'

Verdade, incontestável eu diria: faz parte da natureza humana. Alguém discorda?

beijos,

Tina

22 comments:

  1. Perder é o tipo da coisa que pra mim não tem a mínima graça e com a qual eu nunca me acostumo.
    Gosto definitivamente de ganhar.
    E se possível, sempre.

    Bj!
    :)

    ReplyDelete
  2. Depende do que se perde...se perde uma pessoa..a dor e muito grande

    ReplyDelete
  3. Tina, Séneca é legal mesmo né.
    Bom, a perda é uma coisa tão complicada que os maiores filósofos dedicaram-se muito a pensar sobre ela. Mas concordo com os trechos, apesar de saber ser difícil segui-los.
    Um beijo

    ReplyDelete
  4. Anonymous9:01 AM

    Oi Tina.
    Esta é a minha 1ª visita aqui mas acho que escolhi o dia e o post ideal. Para mim hoje é um dia de perda e não podia concordar mais contigo quando dizes "que seguramos e abraçamos esse bem tanto mais estreitamente e com mais afeição quanto menos seguro o vemos ser-nos e quanto mais tememos que nos seja tirado".
    É essa a verdade incontestável, na minha opinião.
    Beijos.

    ReplyDelete
  5. Anonymous9:04 AM

    Concordo plenamente, amamos o inatingível!! Temer é sofrer duas vezes. É da natureza humana antecipar o sofrimento! Beijus

    ReplyDelete
  6. Discordo não,TINA.
    Alias,concordo com ambos os pensamentos dele.
    Beijão!

    ReplyDelete
  7. ai que complexo! Certeza que o que amamos muito não queremos perder, agora o que isso significa varia conforme a linha filosofal seguida.... Alguns dizer que é o poder pelo objeto desejado, outros que é por posse, outros por dependência.... só sei que o medo existe! rsrsrs

    Beijosssssssssss

    ReplyDelete
  8. Concordo com tudo...
    Lindo texto amiga!
    Beijocas

    ReplyDelete
  9. Tá concordado !!!!

    :)

    bjs

    ReplyDelete
  10. Bom fim de semana prolongado

    ReplyDelete
  11. Anonymous1:08 PM

    Oi Tina. O problema é que esquecemos de aproveitar os momentos, as coisas e pessoas com medo de perdê-las. Procuro simplesmente viver. Sem complicar nada. Evita um bocado de sofrimento. Beijos

    ReplyDelete
  12. Você me lembrou que gostaria de ganhar um sêneca (é um aviãozinho bimotor). Mas acho que é muito pro Papai Noel.

    Beijos philosóphicos.

    ReplyDelete
  13. Aquilo que se perde sempre alguém sentirá sua falta, porque isto sempre pertence a alguém. Então para quem este ser faz um bem em se ausentando, no outro, seu dono e pode também ser um apegado seu, fará muita falta sem dúvidas. É a lei de que tratastes no começo não há verdades sem contradições, mais ou menos asim.

    Não queira perder, nada, nem um alfinete de estimação que você vai, desde a indignação ao desespero, a imcompreensão, à basfêmia.

    Um beijo

    Naeno

    ReplyDelete
  14. Concordo. O medo está sempre presente em tudo. Afinal, sempre tememos perder. E se há o temor, há dor.

    ReplyDelete
  15. a verdade é q ng está preparado pra perder.nunca.

    beijosssssssss

    ReplyDelete
  16. eu discordar? nunca, falei disso, vc mesmo disse....

    beijos

    ReplyDelete
  17. Márcia(clarinha)5:43 PM

    Concordo querida, medo e vontade de arriscar faz parte do ser humano e que graça teria de fosse diferente?
    Mas perder não está nos planos,rss
    lindo dia,flor
    beijosssssss

    ReplyDelete
  18. Não há como discordar, Tina. E o pior talvez seja a tendência do ser humano a menosprezar tudo que julga possuir... pessoas, inclusive! :)

    ReplyDelete
  19. Eu, discordar de vc e do Seneca?! nem pensar!
    mas concordo tb. com o Flávio, em parte! só os pretensiosos acreditam possuir e por isso menosprezam! Na verdade possuimos o que carregamos em nós: nossos pensamentos, nossas ações, nossos sentimentos - tudo que está fora de nós já está perdido!
    um super beijo Tina!

    ReplyDelete
  20. DIscordar?Se bem que muita gente não sabe perder.Aliás, a gente não sabe perder.Fica um gosto amargo na boca.Mas, a vida continua.Te encontrei por aí e vim te visitar.Voltarei por que adorei seus textos....dias felizes

    ReplyDelete
  21. Oi Tina! não discordo não, só que o ser humano não foi feito pra aceitar as perdas quando elas acontecem o conflito é grande...
    beijos

    ReplyDelete
  22. Concordo...
    Mas a perda sempre nos deixa mais ariscos pra riscos futuros...
    Belo post.

    Bom fim de semana pra tu

    :***

    ReplyDelete

Obrigada pela sua visita!

 
luzdeluma st © Code is Pocket